sicnot

Perfil

Mundo

Cinco membros de uma família assassinados no Oklahoma, EUA

A polícia encontrou esta madrugada um casal e três dos seus filhos assassinados numa casa na localidade de Broken Arrow, no Estado do Oklahoma, e deteve outros dois filhos, informaram as autoridades.

Broken Arrow é um subúrbio da cidade de Tulsa, a segunda mais povoada do Oklahoma, habitado por famílias da classe média alta.

Broken Arrow é um subúrbio da cidade de Tulsa, a segunda mais povoada do Oklahoma, habitado por famílias da classe média alta.

Justin Juozapavicius / AP

A cena que foi encontrada pelos agentes quando entraram na casa era dantesca, com os dois adultos e três menores mortos à facada e ainda outras duas menores, uma com 13 anos, que estava ferida, e outra com apenas dois anos, ilesa.

A família era composta por nove pessoas, o casal e sete filhos, quatros dos quais rapazes e três raparigas.

Os detidos, com 16 e 18 anos, filhos e irmãos das vítimas, procuraram escapar quando os agentes chegaram à casa, depois de alertados por uma chamada feita às 23:30 locais (05:30 de Lisboa).

Os jovens conseguiram esconder-se num bosque próximo da habitação, mas os cães da polícia conseguiram detetá-los e foram presos minutos depois.

"Um crime destes não tem precedentes na nossa zona", afirmou o sargento Thomas Cooper, porta-voz do Departamento de Polícia de Broken Arrow.

Broken Arrow é um subúrbio da cidade de Tulsa, a segunda mais povoada do Oklahoma, habitado por famílias da classe média alta.

Lusa

  • Mulher detida ao tentar atropelar polícias junto ao Capitólio, em Washington

    Mundo

    Agentes da polícia abriram fogo contra uma mulher (e não um homem, ao contrário do que inicialmente se disse) que conduzia um carro perto do Capitólio e tentava atropelá-los, segundo o Departamento da Polícia Metropolitana de Washington. A mulher foi detida mas a polícia garante que não se tratou de um ato terrorista.

  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.