sicnot

Perfil

Mundo

ONU tenta paz entre Governo colombiano e FARC

A ONU vai enviar para Cuba um grupo de peritos para acompanhar as negociações de paz entre o Governo colombiano e as FARC, informaram hoje fontes oficiais.

© John Vizcaino / Reuters

A informação foi confirmada pelo subsecretário geral para os Assuntos Políticos da ONU, Jeffrey Feltman, no fim da sua visita de dois dias à Colômbia, onde abordou com o Presidente Juan Manuel Santos o processo de paz iniciado em novembro de 2012 em Havana.

"As Nações Unidas prepararam uma equipa de especialistas para viajar para Havana em breve para acompanhar a subcomissão técnica do ponto 3 da agenda: o fim do conflito com o objetivo de ajudar a iniciar o debate sobre o sistema de acompanhamento e verificação", refere um comunicado da ONU divulgado em Bogotá.

O Governo colombiano e as FARC tinham solicitado à ONU um grupo de peritos para acompanhar o processo.

Em 12 de julho, os negociadores do Governo e das FARC anunciaram em Havana, sede dos diálogos de paz, ter chegado a um acordo para a redução da escalada do conflito, face ao recrudescimento dos combates nas últimas semanas, a fim de criar condições para um cessar-fogo bilateral e definitivo.

O Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, afirmou poucos dias depois que iria decidir no espaço de quatro meses se mantém o processo de paz com as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), apesar de as duas partes terem acordado reduzir a escalada do conflito interno.

O cessar-fogo deve ser acompanhado pela entrega das armas pela guerrilha, o que inclui a verificação internacional, e o mesmo deve contar com a assistência técnica de um delegado do secretário-geral da ONU e de outro da presidência da UNASUL, assumida atualmente pelo Uruguai.

Lusa

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Ministra admite que a maioria dos incêndios começaram por mão humana
    1:57

    País

    A Ministra da Administração Interna admitiu esta quarta-feira que a maioria dos incêndios deste ano começaram por mão humana, mas Constança Urbano de Sousa entende que é cedo para tirar outras conclusões. Já o vice-presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, diz que não há duvidas e fala em terrorismo organizado. 

  • Sismo na região de Lisboa sentido num raio de 150km
    3:19