sicnot

Perfil

Mundo

Oito mortos em ataque a aldeia na Nigéria atribuído por residentes ao Boko Haram

Oito pessoas foram hoje mortas por homens armados, presumivelmente do grupo terrorista Boko Haram, numa aldeia no estado de Borno, no nordeste da Nigéria, segundo fontes locais citadas pela agência France Presse (AFP).

EPA

"Os homens armados, que pensamos serem do Boko Haram, chegaram à aldeia perto das 21:00 (20:00 em Lisboa) de ontem [quarta-feira] e mataram oito pessoas", declarou Umar Goni, habitante da aldeia de Pompomari.

"Dirigiram-se primeiro à casa do chefe da aldeia, que por sorte não estava, mataram o seu filho, e depois atacaram a casa de um miliciano" anti-Boko Haram, que foi morto com os seus dois filhos, precisou.

"Mataram ainda outro miliciano na sua casa", acrescentou, "e depois dirigiram-se a uma casa de abrigo para refugiados dos ataques do Boko Haram, e abateram três pessoas".

Yuram Bura, um miliciano que combate o grupo terrorista independentemente do exército nigeriano, confirmou o ataque e o número de mortos.

Pompomari situa-se a cerca de 15 quilómetros de Biu, a maior cidade do sul do Borno, o estado mais afetado pela violência extremista no país mais populoso de África.

No início do mês, a aldeia de Miringa, situada a um quilómetro de Pompomari, sofreu um ataque semelhante, quando dois homens armados juntaram durante a noite 11 homens acusados de se recusarem a juntar-se ao Boko Haram, e os executaram.

A violência do grupo terrorista e as campanhas do exército contra os extremistas já causou mais de 15.000 mortos e 1,5 milhões de refugiados na Nigéria desde 2009.

Lusa

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.