sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 21 o número de mortos em naufrágio no Rio Nilo

O número de mortos no acidente no Rio Nilo subiu para 21, na sequência do naufrágio de um ''ferry'', que chocou com uma barcaça de transporte fluvial, segundo novo balanço das autoridades egipcías.

© Mohamed Abd El Ghany / Reuter

Cinco pessoas foram resgatadas e hoje de manhã prosseguiam as operações de para encontrar seis passageiros desaparecidos, adiantaram as autoridades, que não precisaram o número total de passageiros do 'ferry'.

O Ministério do Interior tinha inicialmente reportado 15 mortos.

De acordo com as autoridades, os passageiros estavam a comemorar um noivado a bordo de um pequeno barco.

Em fevereiro de 2006, mais de 1.000 passageiros morreram no naufrágio do ferry egípcio "Al-Salam" no Mar Vermelho, o mais mortífero acidente marítimo na história do país.

Os naufrágios de embarcações são relativamente frequentes no Nilo, em especial devido ao precário estado das embarcações e à sobrelotação de passageiros.

Um dos piores acidentes deste tipo, no Egito, ocorreu a 25 de maio de 1983, quando 326 pessoas perderam a vida no Nilo.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.