sicnot

Perfil

Mundo

Venezuelanos sem cerveja por falta de matéria-prima

A Federação Venezuelana de Licores (FVL) pediu hoje uma reunião ao Presidente Nicolás Maduro para se encontrar uma solução para a falta de cerveja, salientando que sete dos 24 estados do país já estão em falta com aquela bebida.

© XXSTRINGERXX xxxxx / Reuters

"Ficámos sem cerveja, aumentaram os impostos e reduziram os lucros. Isto para o nosso setor é um fecho total e uma crise fatal (...) Há sete Estados que já não recebem cerveja devido à crise", explicou aos jornalistas o secretário-geral da FVL.

Fray Roa mostrou-se preocupado porque o setor desconhece como poderá responder à procura de cerveja para os próximos meses, incluindo o Natal, e porque "400 mil empregos fixos diretos e um milhão de empregos indiretos" estão em risco.

"Só o diálogo com o Presidente (da República, Nicolás Maduro) e o Vice-Presidente (Jorge Arreaza) pode solucionar este problema. A partir do dia 03 do próximo mês (agosto) muitas empresas vão encerrar", alertou.

Segundo a consultora Bonial, a Venezuela está em 8.º lugar entre os dez países com maior consumo de cerveja do mundo.

Cada venezuelano consome anualmente 85,5 litros, sendo o único país da América Latina que está na lista dos dez primeiros de consumidores de cerveja.

O consumo mundial de cerveja é liderado pela República Checa (148,5 litros por pessoa), seguindo-se a Áustria (107,80 litros) e a Alemanha (106,1 litros).

No 4.º lugar está a Estónia, seguida pela Polónia, Irlanda e Croácia.

Fontes não oficiais dão conta que o setor produtor da cerveja deve mais de 217 milhões de dólares (197 milhões de euros) a fornecedores internacionais.

Desde 2003 que vigora na Venezuela um sistema de controlo cambial que impede a livre obtenção de moeda estrangeira no país e obriga os empresários a pedir às autoridades para ter acesso a dólares para pagar as importações.

Os empresários queixam-se de dificuldades e atrasos na entrega dos recursos necessários para cumprir os compromissos internacionais, apesar de terem sido autorizados.

Fontes do setor dizem que mesmo que os empresários cheguem a um acordo com o executivo seriam necessários mais de dois meses para que a matéria-prima usada na produção de cerveja chegue ao país.

Lusa

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta esta terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • O preconceito em relação aos transexuais
    34:09
  • "Isto destrói famílias"
    0:46
  • Falta de gado ameaça produção do queijo da Serra da Estrela
    3:35

    País

    A devastação provocada pelos últimos incêndios foi um rude golpe na economia da região Centro do país. Algumas empresas já começaram os trabalhos de reconstrução, mas os produtores de gado temem não conseguir repôr os animais, deixando em risco a produção do queijo Serra da Estrela.

  • Eurodeputados homenageiam vítimas dos fogos
    1:38

    País

    A União Europeia vai doar os 50 mil euros do prémio Princesa das Astúrias às populações afetadas pelos incêndios em Portugal e Espanha. A Comissão Europeia continua a avaliar o pedido ao Fundo Europeu de Solidariedade, mas o pedido deverá ainda ser atualizado para incluir os prejuízos causados pelos incêndios da semana passada.

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.