sicnot

Perfil

Mundo

Pentágono anuncia morte de comandante da Al-Qaeda

O Pentágono anunciou hoje a morte de um destacado comandante da rede terrorista Al-Qaeda e dois militantes durante um bombardeamento da força aérea norte-americana, a 11 de julho, no Afeganistão.

Ashton Carter, secretário da Defesa norte-americano

Ashton Carter, secretário da Defesa norte-americano

Cliff Owen/ AP

O ataque, que se realizou na província de Paktika, matou Abu Khalil al-Sudani, "um destacado comandante operacional da Al-Qaeda", de acordo com uma declaração do Pentágono divulgada no Iraque aos jornalistas que acompanharam a visita do secretário da Defesa norte-americano, Ashton Carter, na quinta-feira à capital iraquiana.

"Al-Sudani era um dos três violentos extremistas mortos no ataque. A morte de Al-Sudani vai prejudicar as operações da Al-Qaeda em todo o mundo", acrescentou a declaração.

O Pentágnono descreveu Al-Sudani como um destacado membro da 'shura' (conselho consultivo muçulmano) e líder das operações bombistas suicidas da rede terrorista, sublinhando que este dirigente estava diretamente envolvido no planeamento de ataques contra os Estados Unidos.

"Dirigiu também operações contra as forças da coligação, afegãs e paquistanesas, e manteve um relacionamento próximo com Aymar al-Zawahiri, líder da Al-Qaeda", indicou.

Na declaração, Carter afirmou que a morte de Al-Sudani sublinha o trabalho do general John Campbell, comandante das forças da NATO no Afeganistão, e das suas tropas contra a Al-Qaeda.

"Vamos continuar a combater o terrorismo na região e no mundo", disse Carter.

Ashton Carter está hoje no Curdistão iraquiano, onde se deverá reunir com o presidente desta região autónoma do Iraque, Massud Barzani, e com militares norte-americanos.


Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.