sicnot

Perfil

Mundo

Presidentes da Odebrecht e da Andrade Gutierrez acusados pela Procuradoria brasileira

Os presidentes das construtoras Odebrecht e Andrade Gutierrez foram acusados formalmente pelo Ministério Público Federal do Brasil, por suspeita de envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras, divulgou hoje a Procuradoria, em conferência de imprensa.

© Paulo Whitaker / Reuters

Ao todo, 22 pessoas foram acusadas formalmente pela Procuradoria brasileira, entre elas supostos operadores dos pagamentos, ex-diretores e funcionários da Petrobras, antigos políticos, executivos das construtoras e os presidentes Marcelo Odebrecht, da empresa com o mesmo nome, e Otávio Marques de Azevedo, da Andrade Gutierrez.

A Odebrecht é a maior construtora brasileira e lidera projetos de infraestruturas também em Portugal, Angola, Moçambique e Guiné Equatorial.

A Andrade Gutierrez dirige igualmente obras em países lusófonos e está entre os principais acionistas da operadora de telecomunicações Oi, que anunciou um processo de fusão com a Portugal Telecom em 2013.

O procurador da República Deltan Dallagnol afirmou, em conferência de imprensa, que as construtoras combinavam resultados de adjudicações e pagavam subornos sobre contratos, além de participarem num esquema de branqueamento de capitais, usando empresas subsidiárias, "offshores" e contas secretas no exterior.

A Procuradoria informou que a Andrade Gutierrez movimentou, em atos de corrupção, 243 milhões de reais (66 milhões de euros) e a Odebrecht, 389 milhões de reais (105,6 milhões de euros).

Dallagnol realçou que a Operação Lava Jato, iniciada em março de 2014, resultou até agora na acusação criminal de 125 pessoas, entre elas 35 empresários ou executivos de empresas, 16 suspeitos de serem operadores dos pagamentos, 39 pessoas ligadas aos operadores, oito executivos da Petrobras, ou ligados à petrolífera, 11 funcionários públicos, quatro ex-políticos e dez pessoas vinculadas aos ex-políticos mencionados.

O valor já restituído aos cofres públicos brasileiros é de 870 milhões de reais (236 milhões de euros), entre eles 385 milhões de reais (104,5 milhões de euros), que se encontravam dispersos por contas bancárias no exterior.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.