sicnot

Perfil

Mundo

Gaza tem a maior taxa de desemprego do mundo

Milhares de residentes em Gaza passam as segundas-feiras ao sol, num território que sofre o maior nível de desemprego do mundo, agravado pela falta de atividades lúdicas ou impossibilidade de circular devido ao bloqueio israelita apoiado pelo Egito.

© Mohammed Salem / Reuters

Um recente relatório do Banco Mundial advertiu que os bloqueios, a guerra e a pobre gestão do governo estrangularam a economia de Gaza, que tem uma taxa de desemprego de 40%, a mais elevada do mundo, que se agrava com a taxa de 60% de desemprego nos jovens.

Esta faixa costeira de 362 quilómetros quadrados e onde residem 1,8 milhões de pessoas, cujo número sobe em 50.000 anualmente, converteu-se num buraco negro onde as oportunidades de emprego são inexistentes e o empreendedorismo uma quimera, refere a agência noticiosa espanhola Efe.

Isareal impôs um cerco à faixa de Gaza, que considera uma área hostil desde que em 2007 o movimento Hamas ficou com o controlo de região.

Perante as pressões internacionais, Israel suavizou as medidas, embora não tenha levantado completamente o cerco, no entanto Gaza sofre ainda com o facto de o Egito ter praticamente encerrado a sua fronteira.

A Organização das Nações Unidas (ONU) publicou recentemente uma informação em que alertava que a faixa de Gaza poderia ser um lugar perigoso para viver até 2020 pela falta de oportunidades de trabalho, água potável, colégios, hospitais e a deterioração das suas infraestruturas.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.