sicnot

Perfil

Mundo

Obama abre no Quénia Cimeira Global de Empreendedorismo

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, inaugura hoje em Nairobi a Cimeira Global de Empreendedorismo, no primeiro dia de uma visita oficial ao Quénia, país onde nasceu o seu pai.

© Noor Khamis / Reuters

Obama participará hoje na Cimeira Global de Empreendedorismo, organizada de forma conjunta pelos EUA e pelo Quénia, e depois renderá homenagem às vítimas e sobreviventes dos atentados de 1998 contra as embaixadas norte-americanas em Nairobi e na Tanzânia, nos quais morreram 229 pessoas.

Também se reunirá com Uhuru Kenyatta, que lhe oferecerá uma ceia de Estado, de acordo com a Casa Branca.

Obama chegou ao Quénia na sexta-feira, cerca das 20:00 locais (18:00 em Lisboa), para a primeira visita ao país de um Presidente norte-americano em exercício.

Depois de umas rápidas boas-vindas oficiais pelo seu homólogo queniano, Uhuru Kenyatta, e a sua extensa comitiva oficial, jantou com a sua família queniana num famoso hotel da capital.

No jantar estiveram, entre outros, a terceira mulher do seu avô paterno, "Mama Shara", a quem o Presidente Obama chama "avó", e a sua meia-irmã Auma Obama, segundo fontes da Casa Branca.

Também assistiram outros elementos da comunidade de Kogelo, o pequeno povo no noroeste do Quénia onde nasceu e está enterrado o pai de Obama, e que o Presidente norte-americano já anunciou que não visitará.

O presidente estadunidense foi recebido por uma cidade blindada para garantir a sua segurança, com as suas principais vias, incluindo bairros inteiros, cortadas ao tráfego e com as faixas para peões cortadas até domingo.

As autoridades, que espalharam 10.000 agentes por Nairobi, encerraram na sexta-feira o espaço aéreo do país para a aterragem do avião presidencial, o 'Air Force One', e o exército norte-americano patrulha as águas do Quénia e da vizinha Somália.

No domingo fará um discurso dirigido ao povo do Quénia e reunir-se-á com representantes da sociedade civil, antes de viajar nessa mesma noite para a Etiópia, país que também recebe pela primeira vez um presidente norte-americano no ativo, e no qual permanecerá até à próxima quarta-feira.

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.