sicnot

Perfil

Mundo

Polícia turca dispersa manifestação contra o grupo Estado Islâmico em Ancara

A polícia turca dispersou hoje, com canhões de água, uma manifestação contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI), em Ancara, e fez várias detenções, noticiou a agência noticiosa francesa AFP.

© Stringer Turkey / Reuters

Centenas de pessoas protestaram contra o atentado bombista de segunda-feira, atribuído ao EI, e que causou 32 mortos em Suruç, junto à fronteira com a Síria, e contra o governo do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

A polícia, em número muito superior aos manifestantes, interveio com canhões de água e gás pimenta para dispersar o protesto.

De acordo com os 'media' turcos, a polícia deteve cerca de 30 pessoas.

As autoridades turcas têm demonstrado pouca tolerância relativamente aos protestos contra a campanha de violência dos 'jihadistas', apesar de estar a bombardear alvos do EI na Síria.

Os manifestantes acusaram o governo turco de permitir a entrada de combatentes do EI na Turquia.

As autoridades de Istambul proibiram hoje uma "marcha da paz" contra os 'jihadistas", prevista para domingo na cidade, evocando razões de segurança e perturbações do tráfego.

Em Gazi, no distrito de Istambul, a polícia usou canhões de água para dispersar uma marcha em memória de Gunay Ozaslan, ativista de esquerda morto na sexta-feira durante uma operação policial, disse a agência noticiosa turca Dogan.

Lusa

  • Donaldtrumpi, a traça

    Mundo

    O investigador Vazrick Nazari decidiu dar o nome de Donald Trump a uma nova espécie de traça. O inseto foi descoberto na Califórnia e tem algo em comum com o Presidente dos Estados Unidos: uma pelagem loura muito parecida ao penteado de Trump.

  • Autocarro com seguranças atacado em Braga
    0:42

    Desporto

    Dois autocarros que transportavam elementos de uma empresa de segurança foram atingidos por tiros e pedras depois do jogo entre o Sporting de Braga e o Vitória de Guimarães. O ataque deu-se a poucos quilómetros do Estádio Municipal de Braga. A PSP e a PJ estiveram no local a recolher provas.