sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos seis mortos em atentado com bomba em hotel em Mogadíscio

Pelo menos seis pessoas morreram com a explosão de um carro bomba num hotel no centro de Mogadíscio, um edifício fortemente vigiado e frequentado por funcionários governamentais e diplomatas, noticiou hoje a AFP.

© Feisal Omar / Reuters

A União Africana, que está a combater os insurgentes de Shebab, confirmou a explosão no hotel Jazeera Palace, na capital da Somália.

Pelo menos seis pessoas morreram nesta explosão, de acordo com as forças de segurança.

"Vimos seis mortos, a maioria eram responsáveis pela segurança do hotel, mas o número pode ser superior, já que ainda estamos a investigar", afirmou Mohamed Jama, da força de segurança governamental.

Uma grande explosão sacudiu a área, com uma pluma de fumo espessa a subir os céus.

Abdihakim Ainte, um residente local e analista político, estava perto quando a bomba deflagrou e descreveu-a como uma "enorme explosão" que destruiu os vidros da sua residência.

As missões diplomáticas da China e do Qatar estão localizadas no hotel.

Até ao momento o ataque terrorista não foi reclamado.

Lusa

  • Mário Centeno lidera hoje a primeira reunião do Eurogrupo
    1:56
  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

  • Quem são os arguidos da operação Fizz
    2:29

    País

    É já considerado o julgamento do ano da justiça portuguesa e o caso que está a abalar as relações entre Portugal e Angola. O processo da operação Fizz tem quatro arguidos, mas um deles, já é certo, não irá sentar-se esta segunda-feira no banco dos réus.

  • Que shutdown é este que paralisou os EUA?
    2:27
  • Casal que mantinha filhos acorrentados queria participar num reality show
    3:15
  • Quase 100 atletas testemunharam contra médico Larry Nassar
    1:38

    Desporto

    Quase 100 atletas e antigas ginastas da seleção dos Estados Unidos da América confrontaram esta semana, em tribunal, o médico Larry Nassar, acusado de assédio sexual. Em dezembro, o clínico foi condenado a 60 anos de prisão por um tribunal do Michigan, por posse de pornografia infantil.