sicnot

Perfil

Mundo

Aviões da coligação saudita no Iémen atacam forças aliadas por engano

Aviões da coligação militar liderada pela Arábia Saudita atacaram esta segunda-feira posições dos seus aliados pró-governamentais do Iémen por engano, matando 12 pessoas, segundo fontes das forças do governo iemenita citadas pela agência France Presse (AFP).

Testemunhas e fontes da milícia pró-governamental Resistência Popular confirmaram os ataques.

Testemunhas e fontes da milícia pró-governamental Resistência Popular confirmaram os ataques.

© Stringer Shanghai / Reuters

Os ataques acontecem horas após o começo de uma trégua de cinco dias anunciada pela coligação, para permitir a entrada de ajuda humanitária no país.

Pelo menos 30 pessoas ficaram ainda feridas devido à operação aérea na província de Lahj, onde forças do governo de Abdrabuh Mansur Hadi, reconhecido internacionalmente e apoiado pelos sauditas, têm ganho terreno ao grupo xiita Huthi, apoiado pelo Irão.

Testemunhas e fontes da milícia pró-governamental Resistência Popular confirmaram os ataques.

A AFP não conseguiu obter comentários de fontes oficiais da coligação saudita sobre o sucedido.

Ao anunciar o cessar-fogo unilateral, a coligação reservou o direito de responder a atividade militar ou movimentos dos Huthis e seus aliados.

Segundo as Nações Unidas, o conflito no Iémen já causou cerca de 5.500 mortos, 1.690 dos quais civis.

Lusa

  • "O PSD é o centro das atenções da campanha e fico contente com isso"
    1:03
  • "O Brasil não parou e não vai parar"
    1:33
  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.

  • Cão interrompe jornal em direto
    1:00