sicnot

Perfil

Mundo

Chefe da diplomacia turca diz que não há diferenças entre os jihadistas e os curdos do PKK

Chefe da diplomacia turca diz que não há diferenças entre os jihadistas e os curdos do PKK

De passagem por Lisboa, o ministro dos Negócios Estrangeiros da Turquia voltou hoje a afirmar que não existem diferenças entre os jihadistas do Estado Islâmico e os curdos do PKK que os combatem, e defende que devem ser ambos eliminados.

  • Turquia avança contra jihadistas e rebeldes curdos
    2:37

    Daesh

    A Turquia está a atacar vários alvos do auto designado Estado Islâmico e de rebeldes curdos, em 13 províncias do país. O Governo da Turquia decidiu avançar com a ofensiva, depois de ontem jihadistas terem disparado contra alvos turcos, a partir da Síria. Esta é a primeira intervenção aérea de Ancara contra os jihadistas.Neste confronto, Um polícia turco foi morto num posto fronteiriço, pelas tropas jihadistas.

  • Polícia turco morto num posto fronteiriço pelas tropas do Estado Islâmico
    0:33

    Daesh

    Um polícia turco foi morto num posto fronteiriço pelas tropas do Estado Islâmico, a partir de território sírio. O ataque provocou ainda dois feridos ligeiros. Em retaliação, a polícia turca matou um radical islâmico e destruiu vários veículos do grupo extremista. No início da semana, um ataque suicida, cuja autoria foi atribuída ao Estado Islâmico, provocou mais de 30 mortos e 100 feridos na fronteira da Turquia com a Síria.

  • Vídeo mostra passagem da carrinha a alta velocidade nas Ramblas
    0:33

    Ataque em Barcelona

    O jornal espanhol El Pais divulgou hoje  as primeiras imagens da carrinha que matou 13 pessoas e feriu mais de 100 em Barcelona. O vídeo foi registado por  uma câmara de videovigilância de um museu nas Ramblas. Mostra pessoas a desviarem antes da passagem rápida da carrinha branca. Esta terá sido a parte final do percurso feito pelo veículo.

  • Castelo Branco aposta na cultura para preservar raízes e fomentar turismo
    5:26

    SIC 25 Anos

    Com perto de 200 mil habitantes, o distrito de Castelo Branco luta para criar projetos diferenciadores para atrair e ancorar a população. O desemprego tem vindo a baixar, numa região fortemente envelhecida. A capital do distrito aposta na cultura para preservar as raízes e fomentar o turismo, e a Universidade da Beira Interior tem cada vez mais alunos estrangeiros.