sicnot

Perfil

Mundo

Polícia egípcia mata dois jihadistas suspeitos de atentado a consulado italiano

A polícia egípcia matou hoje dois jihadistas suspeitos de estarem envolvidos no ataque de 11 de julho ao consulado italiano no Cairo, capital do Egito, informaram as autoridades policiais.

© Amr Dalsh / Reuters

De acordo com as autoridades de segurança, os dois suspeitos foram mortos num tiroteio, quando a polícia organizava uma operação para a sua detenção.

Os dois jihadistas pertenciam ao grupo Ajnad Misr (Soldados do Egito -- grupo operacional no Cairo).

As investigações, já anteriores à data do ataque consular, indicam um possível envolvimento nesse mesmo ataque, que resultou na morte de uma pessoa e nove feridos. Os dois sujeitos eram ainda procurados pelo assassinato de vários polícias.

O grupo ao qual pertenciam, Ajnad Misr, tinha já reivindicado vários ataques mortais no Cairo, como ataques de bomba ao palácio presidencial e à Universidade do Cairo.

O líder do grupo, Hammam Mohamed Attiyah, que as forças policiais dizem ter pertencido ao Ansar Beit al-Maqdis -- grupo egípcio com ligação ao Estado Islâmico -- e que abandonou para criar o Ajnad Misr, foi morto num tiroteio com a polícia.

Lusa

  • Militar ferido com gravidade em acidente com Pandur
    1:19

    País

    O acidente em Vila Real que envolveu uma viatura militar fez três feridos. Uma das vítimas ficou em estado grave e teve de ser transportada de helicóptero para o Hospital Santo António do Porto. O militar ficou encarcerado no veículo blindado, o que dificultou os trabalhos de socorro.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".