sicnot

Perfil

Mundo

Descoberto em França dente humano com 560 mil anos

Um dente de um adulto, com uma idade calculada de 560.000 anos, foi descoberto na região de Tautavel, em França, por dois jovens "arqueólogos" voluntários e constitui para os cientístas "uma grande descoberta".

Lusa

"Um grande dente de um adulto -- um incisivo de um homem ou de uma mulher, não sabemos ainda dizer -- foi descoberto durante as escavações, num nível de solo datado de entre 580.000 e 550.000 anos atrás", declarou hoje a paleantropóloga, Amélie Viallet, à agência noticiosa Afp.

"É uma descoberta importante porque temos poucos fósseis humanos deste período na Europa", sublinhou a investigadora, acrescentando que "é uma peça do puzzle que faltava para contribuir para a resposta à questão crucial: 'o homem de Neandertal, de há 120.000 anos, provem de uma única linhagem?'".

A paleontropóloga trabalha no Museu de História natural, em Paris, e no centro de pesquisa de Tautavel, uma vila perto de Perpignan que é um dos depósitos pré-históricos mais importantes do mundo.

Neste local, e após 50 anos de pesquisas feitas por milhões de voluntários de todo o mundo, foram agora já encontrados mais de 140 restos de esqueletos do "homem de Tautavel", um pré-neandertal que viveu ali há 450 mil anos.

Na quinta-feira passada, o dente humano foi descoberto por dois jovens voluntários franceses, Camille, de 16 anos, e Valentin, com 20, que trabalhavam nas escavações, informou Amélie Viallet.

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38