sicnot

Perfil

Mundo

Descoberto em França dente humano com 560 mil anos

Um dente de um adulto, com uma idade calculada de 560.000 anos, foi descoberto na região de Tautavel, em França, por dois jovens "arqueólogos" voluntários e constitui para os cientístas "uma grande descoberta".

Lusa

"Um grande dente de um adulto -- um incisivo de um homem ou de uma mulher, não sabemos ainda dizer -- foi descoberto durante as escavações, num nível de solo datado de entre 580.000 e 550.000 anos atrás", declarou hoje a paleantropóloga, Amélie Viallet, à agência noticiosa Afp.

"É uma descoberta importante porque temos poucos fósseis humanos deste período na Europa", sublinhou a investigadora, acrescentando que "é uma peça do puzzle que faltava para contribuir para a resposta à questão crucial: 'o homem de Neandertal, de há 120.000 anos, provem de uma única linhagem?'".

A paleontropóloga trabalha no Museu de História natural, em Paris, e no centro de pesquisa de Tautavel, uma vila perto de Perpignan que é um dos depósitos pré-históricos mais importantes do mundo.

Neste local, e após 50 anos de pesquisas feitas por milhões de voluntários de todo o mundo, foram agora já encontrados mais de 140 restos de esqueletos do "homem de Tautavel", um pré-neandertal que viveu ali há 450 mil anos.

Na quinta-feira passada, o dente humano foi descoberto por dois jovens voluntários franceses, Camille, de 16 anos, e Valentin, com 20, que trabalhavam nas escavações, informou Amélie Viallet.

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN, liderado por Luis Ribeiro, deu início à leitura do acórdão pelas 10:30, com quatro arguidos ausentes do tribunal, entre os quais Oliveira Costa. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.