sicnot

Perfil

Mundo

Londres desbloqueia 10 milhões de euros para reforçar a segurança do Eurotúnel

O Ministério do Interior britânico anunciou hoje uma extensão 10 milhões de euros para reforçar a segurança do terminal de embarque do Eurotúnel, em Coquelles, no norte de França, segundo a deputada inglesa Theresa May.

REUTERS

A deputada Theresa May disse que o governo britânico trabalha em colaboração com a França, numa situação que afeta os dois países. Adiantou que a França já reforçou a segurança dos seus portos devido à tentativa de entrada de imigrantes pelo Túnel do Canal da Mancha na madrugada de hoje.

Nesse sentido, o governo britânico decidiu estender o pacote de fundos monetários para reforço da segurança dos portos, que já contava com 15 milhões de libras (21 milhões de euros) e agora conta com mais sete milhões.

Em setembro de 2014, a França e o Reino Unido criaram este fundo de capital financeiro como resposta à crescente pressão migratória.

"Com os nossos parceiros britânicos, nós cofinanciámos algumas infraestruturas de segurança, nomeadamente de transporte, para deter os imigrantes de chegar ao porto de Calais. Eles devem perceber que não há possibilidade de atravessar o Canal da Mancha e nós vamos agir para que isso seja compreendido", declarou Bernard M. Cazeneuve, ministro do interior inglês, à agência noticiosa France Presse.

As tentativas de passagem no Eurotunnel tornaram-se cada vez mais recorrentes e com consequências mais trágicas - pelo menos oito imigrantes já morreram desde o início de junho.

Lusa

  • A menina síria que relata a guerra no Twitter está bem, diz o pai

    Mundo

    Bana Alabed, a menina síria de 7 anos que conta no Twitter a luta pela sobrevivência e os horrores da guerra em Alepo, teve de abandonar a sua casa que foi bombardeada mas está bem, disse hoje o seu pai à Agência France Press. A conta esteve fechada desde domingo, mas foi entretanto reativada e tem hoje uma nova publicação de Bana.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.