sicnot

Perfil

Mundo

Desmond Tutu novamente hospitalizado

O arcebispo emérito da Cidade do Cabo e prémio Nobel da Paz, Desmond Tutu, foi hospitalizado hoje naquela cidade sul-africana devido à uma infeção, a segunda vez em apenas duas semanas.

Matt Dunham

O prelado, de 83 anos, antigo ativista contra o "apartheid", também foi hospitalizado há 15 dias por não responder aos antibióticos que tomava para combater uma infeção e teve alta há uma semana, segundo os meios de comunicação sul-africanos.

Tutu encontrava-se a tomar antibióticos para tratar uma infeção persistente, não relacionada com o cancro de próstata que lhe foi diagnosticado há 15 anos, e foi hospitalizado hoje por não se sentir bem.

Os seus médicos consideraram prudente para o arcebispo voltar ao hospital para permanecer sob vigilância, apontou o comunicado da Fundação Desmond e Leah Tutu.

O Presidente sul-africano, Jacob Zuma, desejou já a "pronta recuperação do arcebispo", segundo o diário digital Eyewitness News.

"Pedimos à nação para mantê-lo e aos seus familiares nos nossos pensamentos", declarou Zuma.

Tutu foi galardoado com o Prémio Nobel da Paz, em 1984, pela sua denúncia aberta do regime segregacionista do "apartheid".

Nos últimos anos tem lutado contra a propagação do HIV/Sida no país e criticado a corrupção e o suposto que consdera ser autoritarismo do Congresso Nacional Africano (ANC, sigla em inglês), de que anteriormente foi aliado, entre outros temas que tem acompanhado.

Desmond Tutu, que critica as ditaduras de todos os quadrantes ideológicos, mantém-se fiel à causa palestiniana e tem também defendido os direitos dos homossexuais e apoiado o Tribunal Penal Internacional (TPI), que alguns líderes africanos qualificam como colonialista.

Lusa

  • Negócios do fogo
    22:00
  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.

  • "Meninas proibidas de usar saias curtas e roupa transparente" para evitar abusos em Timor
    0:50
  • "De repente ele estava em cima de mim a beijar-me e a apalpar-me"
    2:43