sicnot

Perfil

Mundo

Imigração é a grande preocupação em inquérito da Comissão Europeia

A imigração é a principal preocupação dos europeus, à frente dos problemas económicos e do desemprego, segundo um inquérito promovido pela Comissão Europeia.

© Stringer Indonesia / Reuters

Num inquérito semelhante, realizado em novembro passado, a situação económica, o emprego e os défices públicos estavam no topo da lista.

Desde então, a imigração tem sido um tema quente, com a Itália, Grécia e Malta a ter que lidar com chegadas sem precedentes por via marítima de África e do Médio Oriente.

De acordo com o inquérito Primavera 2015 Standard Eurobarometer", 38 por cento dos entrevistados em toda a União Europeia elegem a imigração como a sua principal preocupação, 27 por cento a situação económica e 24 por cento a taxa de desemprego.

A imigração é o tema de maior preocupação para os inquiridos, com destaque para Malta (65 por cento) e Alemanha (55 por cento).

A preocupação com o terrorismo na União Europeia também aumentou em relação ao inquérito realizado em novembro, subindo seis pontos percentuais para 17 por cento.

Em Itália, onde dezenas de milhares de imigrantes fogem a bordo de barcos frágeis através do Mediterrâneo, a imigração era a principal preocupação para 43 por cento dos inquiridos.

O inquérito envolveu mais de 30.000 pessoas em todos os Estados membros da União Europeia e países candidatos.

Lusa

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Ministra admite que a maioria dos incêndios começaram por mão humana
    1:57

    País

    A Ministra da Administração Interna admitiu esta quarta-feira que a maioria dos incêndios deste ano começaram por mão humana, mas Constança Urbano de Sousa entende que é cedo para tirar outras conclusões. Já o vice-presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, diz que não há duvidas e fala em terrorismo organizado. 

  • Sismo na região de Lisboa sentido num raio de 150km
    3:19