sicnot

Perfil

Mundo

Comboio espanhol foi evacuado em França devido a fogo na locomotiva

Um comboio de alta velocidade espanhol que circulava entre Madrid e Marselha foi evacuado junto à localidade francesa de Lunel depois de ser detetado um incêndio na parte traseira da locomotiva, segundo fonte dos caminhos-de-ferro franceses (SNCF).

© Charles Platiau / Reuters

O comboio comunicou um problema a 200 metros da estação, perto das 09:30 (08:30 de Lisboa), tendo sido evacuados cerca de 300 passageiros, indicou uma porta-voz.

Alguns passageiros não esperaram pela abertura das portas e sofreram ferimentos superficiais nas mãos quando tentaram partir os vidros das janelas, enquanto outros foram atendidos devido ao fogo, mas segundo a mesma fonte ninguém ficou hospitalizado.

A SNCF interrompeu a circulação nos dois sentidos para permitir a atuação dos bombeiros e reabriu o tráfego às 11:00 GMT.

Os passageiros foram transportados para a câmara municipal da localidade francesa e seguiram depois em autocarro até à vizinha Montpellier, onde lhes foi dada a possibilidade de chegar a Marselha de comboio ou regressar a Madrid.

Fontes do SNCF garantiram que o fogo afetou apenas a última locomotiva, desconhecendo-se o que esteve na sua origem.

A investigação será entregue à espanhola Renfe, proprietária do comboio.

Lusa

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.