sicnot

Perfil

Mundo

Morreu adolescente esfaqueada em marcha de orgulho ''gay'' em Jerusalém

Uma adolescente que foi esfaqueada na quinta-feira juntamente com outras cinco pessoas durante uma marcha de orgulho ''gay'' em Jerusalém não resistiu aos ferimentos e morreu hoje no hospital, divulgaram fontes médicas.

O suspeito do ataque é um judeu ultraortodoxo, Yishai Shlissel, que em 2005 já tinha ferido outras três pessoas durante o mesmo evento.

Shira Banki, de 16 anos, estava em estado crítico desde o incidente de quinta-feira. A vítima foi esfaqueada na zona das costas.

As outras cinco vítimas do ataque sofreram lesões de vários graus.

Yishai Shlissel cometeu o ataque de quinta-feira apenas algumas semanas depois de ter saído da prisão. O suspeito cumpriu uma pena de prisão de 10 anos pelo ataque de 2005.

A polícia israelita informou hoje que constituiu um comité para avaliar as circunstâncias que permitiram que o suspeito reincidisse e realizasse o ataque de quinta-feira.

Lusa