sicnot

Perfil

Mundo

Governo britânico pode condenar a prisão proprietários que alojem clandestinos

Os proprietários que aluguem a sua casa a imigrantes clandestinos podem ser condenados a um máximo de cinco anos de prisão, segundo uma nova proposta do Governo britânico anunciada hoje.

© Pascal Rossignol / Reuters

A medida, que exige que os proprietários verifiquem a situação legal dos seus inquilinos, integra o novo projeto de lei sobre a imigração que o Governo britânico conta apresentar no outono no parlamento, anunciou o secretário de Estado para as Comunidades e Assuntos Legais, Greg Clark.

Até agora, o projeto de lei previa apenas multas para os proprietários.

Nas últimas semanas, têm sido várias as tentativas de milhares de migrantes para atravessarem o túnel sob o canal da Mancha, perto de Calais (norte de França), para chegar ao Reino Unido, o que reavivou os pedidos para que seja feito mais para travar o fluxo. Os tabloides britânicos acusam a França de incompetência.

Numa declaração conjunta ao Journal du Dimanche, os ministros do Interior francês e britânica, Bernard Cazeneuve e Theresa May, afirmaram no domingo que "por fim a esta situação é uma prioridade absoluta".

"Os nossos dois governos estão determinados a consegui-lo e a consegui-lo em conjunto", adiantaram.

Lusa

  • Trump diz que vai continuar a "ocupar-se" de Cuba

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse esta quinta-feira que vai continuar a "ocupar-se" de Cuba, após a eleição de Miguel Díaz-Canel como sucessor de Raúl Castro na presidência do país.

  • O que faz um guaxinim às duas da manhã num quartel de bombeiros?

    Mundo

    Os animais são muitas vezes os protagonistas de histórias incríveis ou até insólitas. Desde o cão mais pequeno ao urso mais assustador. Desta vez, o principal interveniente é um guaxinim, que foi levado até um quartel de bombeiros por uma dona muito preocupada. Porquê? O animal estava sob o efeito de drogas.

    SIC

  • "Por vezes até as princesas da Disney ficam apavoradas"

    Mundo

    A atriz norte-americana Patti Murin foi esta semana elogiada nas redes sociais por se preocupar com a sua saúde mental e não ter problemas em falar sobre o assunto. A artista faltou a um espetáculo da Disney, onde ia atuar, devido a um ataque de ansiedade.

    SIC