sicnot

Perfil

Mundo

Governo britânico pode condenar a prisão proprietários que alojem clandestinos

Os proprietários que aluguem a sua casa a imigrantes clandestinos podem ser condenados a um máximo de cinco anos de prisão, segundo uma nova proposta do Governo britânico anunciada hoje.

© Pascal Rossignol / Reuters

A medida, que exige que os proprietários verifiquem a situação legal dos seus inquilinos, integra o novo projeto de lei sobre a imigração que o Governo britânico conta apresentar no outono no parlamento, anunciou o secretário de Estado para as Comunidades e Assuntos Legais, Greg Clark.

Até agora, o projeto de lei previa apenas multas para os proprietários.

Nas últimas semanas, têm sido várias as tentativas de milhares de migrantes para atravessarem o túnel sob o canal da Mancha, perto de Calais (norte de França), para chegar ao Reino Unido, o que reavivou os pedidos para que seja feito mais para travar o fluxo. Os tabloides britânicos acusam a França de incompetência.

Numa declaração conjunta ao Journal du Dimanche, os ministros do Interior francês e britânica, Bernard Cazeneuve e Theresa May, afirmaram no domingo que "por fim a esta situação é uma prioridade absoluta".

"Os nossos dois governos estão determinados a consegui-lo e a consegui-lo em conjunto", adiantaram.

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52