sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 1.500 escolas danificadas em bombardeamentos e conflitos no Iraque

Mais de 1.500 escolas na província iraquiana de Anbar foram integralmente destruídas ou ficaram parcialmente danificadas em resultado de bombardeamentos e conflitos na região, indicou hoje um porta-voz local à agência France-Presse.

© STRINGER Iraq / Reuters

A província de Anbar, a oeste de Bagdade, tem sido particularmente atingida durante a escalada de violência desde o início de 2014, meses antes de grupo extremista autointulado Estado Islâmico ter lançado uma ofensiva no país.

A maior parte das escolas atingidas, diz o porta-voz Eid Ammash, "foram atacadas por grupos Daesh", um acrónimo em árabe para Estado Islâmico.

O mesmo responsável advertiu que será necessário "muito dinheiro" e "pelo menos dois anos e meio" para que as escolas sejam reconstruidas e reabilitadas.

O grupo terrorista Estado Islâmico proclamou, há um ano, um califado na Síria e no Iraque, detendo partes consideráveis destes territórios, nos quais impôs uma versão radical da 'sharia', a lei islâmica.

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    1:41
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.

  • A SIC visitou os bastidores do Santuário de Fátima
    7:43
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52