sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 1.500 escolas danificadas em bombardeamentos e conflitos no Iraque

Mais de 1.500 escolas na província iraquiana de Anbar foram integralmente destruídas ou ficaram parcialmente danificadas em resultado de bombardeamentos e conflitos na região, indicou hoje um porta-voz local à agência France-Presse.

© STRINGER Iraq / Reuters

A província de Anbar, a oeste de Bagdade, tem sido particularmente atingida durante a escalada de violência desde o início de 2014, meses antes de grupo extremista autointulado Estado Islâmico ter lançado uma ofensiva no país.

A maior parte das escolas atingidas, diz o porta-voz Eid Ammash, "foram atacadas por grupos Daesh", um acrónimo em árabe para Estado Islâmico.

O mesmo responsável advertiu que será necessário "muito dinheiro" e "pelo menos dois anos e meio" para que as escolas sejam reconstruidas e reabilitadas.

O grupo terrorista Estado Islâmico proclamou, há um ano, um califado na Síria e no Iraque, detendo partes consideráveis destes territórios, nos quais impôs uma versão radical da 'sharia', a lei islâmica.

Lusa

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".