sicnot

Perfil

Mundo

Primeiro nascimento no World Trade Center após os ataques de 11 de setembro

Uma nova-iorquina deu hoje à luz uma menina na estação ferroviária do World Trade Center, tornando-se no primeiro nascimento no local após os ataques de 11 de setembro de 2001, divulgaram as autoridades.

© Eduardo Munoz / Reuters

A mãe, residente no distrito de Queens, entrou em trabalho de parto às 02:30 locais (07:30 em Lisboa) no terminal da estação ferroviária do World Trade Center, e foi assistida pelos agentes da autoridade que prestam serviço naquela estação.

A menina chama-se Asenat e pesa 3,1 quilogramas.

"A mulher disse sentir que a criança ia nascer e os agentes preparam a área [na plataforma da estação] para ajudarem ao nascimento", referiram os agentes, acrescentando que uma equipa dos Serviços Médicos de Emergência chegou ao local e, minutos depois, a bebé nasceu.

"Este foi o primeiro nascimento na zona do World Trade Center desde que as originais 'Twin Towers' foram destruídas no 11 de setembro de 2001", salientou um porta-voz.

Asenat, os pais e o irmão de dois anos foram transportados em seguida para um hospital de Manhattan.

Na rede social Twitter circularam mensagens de felicitação após o parto, entre as quais a do governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo.

Lusa

  • Os momentos que marcaram o 7.º dia de Mundial
    1:08
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Os momentos descontraídos dos jogadores
    1:54
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O humor russo
    1:32
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49