sicnot

Perfil

Mundo

Reino Unido prolonga até 2017 missão dos aviões 'Tornado' no Iraque

O Governo britânico estendeu, até 2017, a missão dos seus aviões `Tornado´ no Iraque, onde participam nos ataques aéreos contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI), informou esta terça-feira o ministro da Defesa, Michael Fallon.

(Arquivo)

(Arquivo)

Fallon, que se encontra a visitar o Iraque, sublinhou que, com a decisão de manter este tipo de bombardeamentos, pretende assegurar que "se mantêm o tempo necessário para a operação".

O esquadrão de Tornado GR4, com base no Chipre, ia deixar a missão em março de 2016, mas agora o Governo britânico decidiu prolongar a missão mais um ano, até março de 2017, pela sua especialização em ataques aéreos.

A permanência destes doze bombardeiros garantirá que a Real Força Aérea (RAF) retenha "o fogo de precisão" e as capacidades de "processamento de informação e vigilância", declarou o ministro conservador.

Fallon afirmou também que não há planos de enviar tropas de infantaria para combater no Iraque, onde o exército iraquiano tenta repelir o EI, que controla parte do território desse país e da Síria, onde se estabeleceu um califado.

O Reino Unido, que realizou cerca de 5% dos bombardeamentos da coligação internacional aliada contra o autoproclamado EI no Iraque, não está a participar na operação paralela na Síria, para a qual precisaria de aprovação parlamentar.

Lusa

  • Lei que permite a entrada de animais em espaços de restauração gera dúvidas
    2:23

    País

    A lei que permite a entrada de animais de companhia em estabelecimentos de restauração, que entrou hoje em vigor, está a gerar dúvidas para os proprietários. Até ao momento são poucos os estabelecimentos que aderiram e a previsão é para que assim continue. A DECO questionou 1800 pessoas sobre a presença dos animais nos restaurantes e apenas 25% votou a favor.

  • Trump arrasa restaurante que expulsou a sua assessora de imprensa

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, arrasou um restaurante da Virgínia que recusou servir a sua assessora de imprensa, Sarah Huckabee Sanders, escrevendo na sua conta de Twitter que o restaurante se devia concentrar na limpeza dos seus toldos e portas "imundos".