sicnot

Perfil

Mundo

Assunção Esteves diz que medidas da UE para o Mediterrâneo são insuficientes

A presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, defendeu hoje que as medidas decretadas pela União Europeia sobre as migrações são "claramente insuficientes", numa mensagem a propósito do naufrágio ocorrido hoje no Mediterrâneo.

"A tragédia do Mediterrâneo ao largo da Líbia, de migrantes e refugiados, soma-se a tantas outras na ignomínia de uma contabilidade insuportável. Eles fogem da má-sorte, da guerra e da pobreza, dos maus governos e, assim, não carregam apenas a própria desdita, eles carregam o grande infortúnio do mundo", refere Assunção Esteves, na mensagem enviada à comunicação social.

Para a presidente da Assembleia da República, "é preciso ir às causas, é preciso agir, no sentido de ação como algo verdadeiramente novo", considerando que a operação Triton (missão de controlo da migração no Mediterrãneo pela agência europeia de controlo de fronteiras - Frontex) "não é a chave das soluções".

"As migrações chamam por uma política externa europeia pró-ativa, dirigida aos países de origem e de trânsito, dirigida ao desenvolvimento e marcada pela unidade", apelou.

Vinte e cinco corpos foram recuperados no mar após uma embarcação com centenas de migrantes com destino a Itália ter naufragado hoje a poucas milhas da costa da Líbia, disseram à agência espanhola Efe fontes da guarda costeira italiana.

Segundo as mesmas fontes, ascende a 400 o número de pessoas resgatadas vivas, uma balanço provisório dado a operação de socorro continuar em curso.

A guarda costeira disse ainda que, de acordo com o testemunho de alguns sobreviventes, 600 pessoas viajavam na embarcação.

Mais de duas mil pessoas morreram este ano na travessia do Mediterrâneo com destino à Europa, de acordo com a Organização Internacional das Migrações.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.