sicnot

Perfil

Mundo

Ator Pierce Brosnan detido em aeroporto nos EUA por transportar faca

O ator irlandês Pierce Brosnan, que interpretou por várias vezes o papel de 007, foi hoje detido num aeroporto em Vermont, nos Estados Unidos, por tentar transportar uma faca na bagagem de mão, noticia a agência France-Presse.

© Thomas Peter / Reuters

Pierce Brosnan, atualmente com 62 anos, prepara-se para embarcar no International Airport de Burlington, em Vermont, e foi forçado a colocar na bagagem de porão o objeto cortante com que transportava.

Um agente do aeroporto definiu o incidente como "menor", acrescentando que ítems proibidos são intercetados várias vezes por dia nos vários pontos de segurança existentes antes do embarque dos passageiros.

"Não haverá acusação alguma nem nada do género", indicou o oficial à France-Presse, falando sob anonimato.

Meryl Streep, Susan Sarandon e Sarah Jessica Parker já contracenaram com o ator no passado, sendo que Pierce Brosnan é também conhecido por ter feito de agente 007 em quatro filmes da saga: "Goldeneye", "Tomorrow Never Dies", "The World Is Not Enough" e "Die Another Day".

Lusa

  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Hospitais já registam picos de afluência apesar de casos de gripe serem ainda poucos
    2:13

    País

    A gripe ainda não chegou em força, mas nos últimos dias foram vários os hospitais com grande afluências de doentes, sobretudo idosos e com infeções respiratórias. Em alguns dias desta semana o número de doentes disparou para mais de 600, como disse à SIC o presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário de Coimbra.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.