sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos seis mortos em ataque dos talibãs no Afeganistão

Pelo menos seis pessoas morreram hoje num ataque suicida dos talibãs contra a polícia afegã, a sul de Cabul, no primeiro ataque dos rebeldes islâmicos desde o anúncio da morte do seu líder, mullah Omar, na semana passada. Num outro incidente, 17 pessoas morreram na queda de um helicóptero militar.

APTN/SIC

Segundo o governador da província de Logar, Halim Fedaye, um bombista suicida, ao volante de um camião, fez-se explodir diante do posto de polícia de Pul-e Alam, capital provincial, a cerca de cem quilómetros a sul de Cabul.

"A explosão foi tão potente que três prédios ao redor foram fortemente atingidos", disse à agência AFP Mohammad Qari Wara, chefe adjunto da polícia provincial, avançando um balanço de seis mortos, entre os quais três polícias e três civis, e três feridos.

Um assessor do governador confirmou este número à AFP.

Entretanto, uma outra fonte policial referiu à agência EFE que há oito mortos e 20 feridos, entre os quais mulheres e crianças.

O anúncio da morte do mullah Omar provocou a rápida eleição do seu sucessor, mullah Akhtar Mansur, que deu lugar a uma luta interna no grupo e levada a cabo pela família do antigo líder, que se recusou a jurar lealdade ao novo "emir" da rebelião islâmica.

Devido a esta falta de unidade nas suas fileiras, o envolvimento dos talibãs nas conversações de paz lançadas no início de julho com o Governo afegão é incerto.

Entretanto, o ataque de hoje contra a força de intervenção rápida da polícia da província de Logar, já reivindicada pelos talibãs, mostra que o seu espírito de luta desde a queda do seu regime no Afeganistão, em 2001, ainda continua.

O Ministério do Interior afegão confirmou que se trata do primeiro ataque suicida desde a eleição do mullah Mansur como líder dos talibãs.

17 mortos na queda de um helicóptero militar

A queda de um helicóptero militar no Afeganistão, hoje, devido a um problema técnico, provocou 17 mortos, 12 soldados e cinco membros da tripulação, anunciaram as autoridades locais e militares.

"Dezassete pessoas foram mortas, 12 soldados e cinco tripulantes", disse um general da Força Aérea afegã, sob anonimato.

O acidente ocorreu em Shinkay, na província de Zabul (sul).

Lusa

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.