sicnot

Perfil

Mundo

Piloto sueco utilizou machado para destrancar passageiro alcoolizado em casa de banho

Um piloto teve que usar um machado para abrir o trinco da porta de uma casa de banho no avião para conseguir retirar um passageiro alcoolizado que se trancou antes da aterragem do avião, divulgaram hoje as autoridades suecas.

© Rick Wilking / Reuters

O incidente ocorreu quarta-feira à noite num voo doméstico, entre a capital Estocolmo e Ornskoldsvik, norte do país, quando faltavam apenas 10 minutos para a aterragem.

O passageiro, de 50 anos, não ficou sob custódia policial mas foi constituído arguido por violação dos regulamentos da aviação civil, e caso seja condenado incorre numa pena de até seis meses de prisão.

Os regulamentos das linhas aéreas não permitem que os passageiros utilizem as casas de banho imediatamente antes das descolagens e aterragens.

Lusa

  • Prisão preventiva para homicida de Barcelos
    1:43

    País

    O alegado homicida de Barcelos vai ficar em prisão preventiva, por quatro crimes de homicídio. Adelino Briote foi ouvido este sábado de manhã no Tribunal de Braga, depois de na sexta-feira ter alegadamente degolado quatro pessoas na freguesia de Tamel, em Barcelos.

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.