sicnot

Perfil

Mundo

Uganda anula obrigação da noiva devolver dote em caso de divórcio

O Tribunal Constitucional do Uganda decretou hoje o fim da obrigação de a mulher devolver o dote pago pela família do marido em caso de divórcio, informou a imprensa local.

© Stringer . / Reuters

Com seis votos a favor e um contra, o tribunal deliberou que aquela prática tradicional passa a ser opcional.

"A decisão defende a igualdade de direitos entre homens e mulheres", afirmaram os grupos ativistas defensores dos direitos das mulheres, considerando ser "histórica" tal deliberação num país bastante conservador relativamente a assuntos de família.

Uma organização não-governamental ligada à defesa dos direitos das mulheres, a MIFUMI, apresentou em 2012 uma petição para a impugnação do chamado "preço da noiva", prática cultural enraizada em muitas regiões ugandesas.

A petição reclamava que, à luz da Constituição ugandesa, homens e mulheres tinham os mesmos direitos de constituir família, disse à agência noticiosa espanhola EFE a advogada e ativista da MIFUMI, Jackie Asiimwe-Mwesige, acrescentando que por essa razão a exigência da "devolução do dote era inconstitucional".

A MIFUMI denunciou, designadamente, o facto de muitas mulheres continuavam ligadas a matrimónios e relações abusivas para evitarem as devoluções dos dotes.

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.