sicnot

Perfil

Mundo

Violino Stradivarius roubado há 35 anos devolvido

Um violino Stradivarius, desaparecido há 35 anos, foi encontrado e entregue pela ex-mulher do suspeito de o ter roubado ao violinista polaco Roman Totenberg.

O violino, que agora vale milhões, vai ser entregue às filhas de Roman Totenberg, depois de estas concordarem em tribunal devolver à seguradora os 250 mil euros pagos ao pai aquando do roubo.

O violino, que agora vale milhões, vai ser entregue às filhas de Roman Totenberg, depois de estas concordarem em tribunal devolver à seguradora os 250 mil euros pagos ao pai aquando do roubo.

FBI NEW YORK / HANDOUT

O roubo aconteceu em 1980, na cidade de Cambridge, estado norte-americano de Massachusetts.

O instrumento foi descoberto entre os pertences de Phillip Johnson, depois daquele que chegou a ser suspeito do roubo ter morrido. A ex-mulher de Johnson decobriu o violino e verificou que tinha sido construído no século XVIII, mais concretamente 1734, pelo construtor de violinos italiano Antonio Giacomo Stradivari.

O violino, que agora vale milhões, vai ser entregue às filhas de Roman Totenberg, depois de estas concordarem em tribunal devolver à seguradora os 250 mil euros pagos ao pai aquando do roubo.

Com a resolução deste mistério, resta apenas um único Stradivarius desaparecido no mundo: o Davidoff-Morini Strad, levado da casa da violinista austríaca Erica Morini, em 1995.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a lider da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleiçoes em vários países, como a Alemanha e a Holanda.