sicnot

Perfil

Mundo

Corpo de Fangio exumado para testes de paternidade

O corpo do argentino Juan Manuel Fangio, cinco vezes campeão do Mundo de Fórmula 1, foi hoje exumado duas décadas após a sua morte para que se façam testes de paternidade em dois processos.

© STRINGER Argentina / Reuters

Dois homens levaram diferentes casos a tribunal alegando que Fangio era seu pai, reclamando, por isso, parte da herança que deixou a uma fundação e um museu com o seu nome.

Cumprindo as ordens de um tribunal de Buenos Aires, o corpo do antigo piloto foi removido do túmulo familiar e levado para a morgue para peritos forenses recolherem amostras do seu ADN.

Fangio morreu em 1995, com 84 anos, sem ter casado ou declarado algum filho: ainda assim, os seus biógrafos revelaram que manteve uma relação de duas décadas com uma mulher de nome Andrea Berruet.

Oscar Espinoza, filho de Andrea Burruet, que chegou a competir, enquanto júnior, no circuito europeu da Fórmula 3, foi um dos homens que reclamou a paternidade de Fangio, sendo o outro Ruben Vazquez.

Segundo o advogado de Espinoza, os resultados de ADN serão conhecidos no prazo de um a dois meses.

Fangio, que iniciou a carreira em 1948, teve o recorde de títulos na Fórmula 1 até 2003, quando o alemão Michael Schumacher o superou.

O lendário pelito argentino retirou-se em 1958 com 24 triunfos.

Lusa

  • Debate quinzenal com o primeiro-ministro

    País

    A situação económica e financeira foi o tema escolhido pelo Governo, mas a polémica da descida da Taxa Social Única dominará certamente a discussão na Assembleia da República. Veja aqui em direto e participe no Minuto a Minuto Parlamento Global/SIC.

    Direto

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.