sicnot

Perfil

Mundo

Restos de um mamute pré-histórico descobertos na Suíça

Os restos de um mamute com cerca de 20.000 anos foram descobertos numa área de construção de um escritório no centro da Suíça, divulgaram hoje as autoridades locais.

© Maxim Shemetov / Reuters

"Trata-se de uma descoberta muito fascinante, porque o último mamute encontrado - no Cantão de Zug, no centro da Suíça - foi há 50 anos", disse a representante do departamento arqueológico do Cantão, Renata Huber.

Durante a construção de um escritório, no final de junho, "a escavadora trouxe à superfície parte de uma presa enorme", acrescentou, referindo que depois de especialistas do governo local terem sido chamados, foram ainda "descobertos vários ossos, mas sem ser em número suficiente para reconstruir a totalidade da carcaça".

"Não ficou claro que se está na presença de um único animal", afirmou Renata Huber, indicando que a descoberta não é tão significativa como as anteriores, feitas em Zurique, que permitiram aos especialistas recriar uma carcaça completa.

Os arqueólogos vão agora tentar datar as partes encontradas, enquanto no local prosseguirão as investigações para encontrarem mais ossos.

O achado "não trará, provavelmente, nova luz sobre o tipo de espécies da era pré-histórica que outrora habitaram a terra que hoje se chama Suíça", no entanto, referiu Renata Huber, "o significado da descoberta não deve ser desvalorizado".

"Para um arqueólogo, isto representa uma oportunidade única", concluiu.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".