sicnot

Perfil

Mundo

Israel deteve suspeitos do fogo que matou bebé e pai palestinianos

Israel anunciou hoje a detenção de vários suspeitos do ataque a uma casa palestiniana na Cisjordânia que foi incendiada, tendo causado a morte de um bebé de 18 meses e do seu pai.

© Abed Omar Qusini / Reuters

Segundo a polícia, os suspeitos foram detidos na Cisjordânia no âmbito da "investigação aos acontecimentos que ocorreram em Duma", onde foi incendiada a habitação em que residia a família do bebé de 18 meses.

A polícia, citada pela agência France Presse, não indicou o número de suspeitos detidos.

O pai do bebé palestiniano de 18 meses morto, há uma semana, num incêndio causado por colonos judeus na Cisjordânia, sucumbiu na sexta-feira aos ferimentos. Saad Dawabcheh não resistiu às queimaduras e morreu no hospital israelita onde foi internado.

Segundo as forças de segurança palestinianas, quatro israelitas pegaram fogo à casa onde vivia a família Dawabcheh. A mulher de Saad e o filho mais velho, de quatro anos, ainda estão hospitalizados.

Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47