sicnot

Perfil

Mundo

Astronautas degustaram as primeiras saladas cultivadas no espaço

Os astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional (EEI) apreciaram hoje as primeiras saladas cultivadas no espaço, no que foi o primeiro passo para a jardinagem em microgravidade na perspetiva de futuras missões tripuladas a Marte.

© NASA NASA / Reuters

O astronauta norte-americano Scott Kelly e outros membros da tripulação do posto avançado orbital degustaram hoje as primeiras folhas de "alface roxa espacial" às 16:37 TMG (17:37 em Lisboa), temperadas com um pouco de azeite e vinagre, conforme mostraram as imagens da televisão, em direto, divulgadas pela NASA.

"É genial", indicou o astronauta norte-americano Kjell Lindgren, após saborear uma folha de alface.

"É bom", concordou Scott Kelly, que está há um ano no posto avançado orbital com o seu colega russo Mikhail Kornienko.

A NASA espera que o cultivo permita fornecer uma fonte de alimentação substancial aos astronautas que efetuarão longas missões no espaço, divulgou momentos antes a agência espacial norte-americana num comunicado citado pela France Presse (AFP).

"Existem indicações de que as frutas e legumes frescos, como tomates, mirtilos e alfaces roxas são boas fontes de antioxidantes", afirmou o responsável pelo desenvolvimento de técnicas que permitam assegurar a manutenção das condições de vida no espaço, do programa da NASA, Ray Wheeler.

"Poder disponibilizar alimentos frescos no espaço, além de oferecer proteção adicional contra as radiações cósmicas, poderá consistir ainda num impacto psicológico favorável sobre os astronautas", acrescentou.

"Considero que os sistemas de cultivo de plantas, em microgravidade, tornar-se-ão elementos importantes para todos os futuros viajantes de longas temporadas no espaço", apontou Gioia Massa, uma cientista da NASA, localizada no Centro Espacial Kennedy, na Florida.

Os vegetais produzidos no espaço foram aprovados para consumo humano após a primeira colheita "veg-01" ter sido enviada para a Terra, em 2014, para as necessárias análises a fim de garantirem que do seu consumo não resultariam problemas.

Lusa

  • Três letras de Zeca Afonso

    Cultura

    No dia em que se assinalam 30 anos da morte de Zeca Afonso, Raquel Marinho, jornalista da SIC e divulgadora de poesia portuguesa contemporânea, escolhe três letras do cantor e autor para dizer, em forma de homenagem.

    Raquel Marinho

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.