sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos quatro mortos em ataque suicida perto do aeroporto de Cabul

Pelo menos quatro pessoas morreram hoje num atentado suicida que ocorreu próximo da entrada do aeroporto de Cabul, capital do Afeganistão, a uma hora de forte afluência, de acordo com as autoridades locais.

JAWAD JALALI

"A explosão ocorreu na primeira barreira que leva ao aeroporto", disse Sayed Agha Rouhani Gul, vice-chefe da polícia de Cabul.

Um fotógrafo da agência de notícias francesa France Press( AFP) que visitou o local viu uma coluna de fumo a subir do local da explosão e várias ambulâncias.

Um condutor suicida detonou os explosivos que transportava no seu automóvel numa barreira de controlo de segurança, a um quilómetro do acesso do Aeroporto Internacional de Cabul, tratando-se do quarto atentado na capital afegã nos últimos dias, avançou à agência de notícias espanhola, o chefe do Departamento de Emergencias do Ministerio de Interior afegão, Homayoon Aini.

A explosão ocorreu no início da tarde, pelas 12:40 locais (cerca das 09:10 em Lisboa) na estrada do aeroporto muitas vezes congestionada, cujo acesso é filtrado por várias barreiras, através da qual os passageiros devem passar para chegar aos terminais.

Já o porta-voz do Ministério da Saúde, Wahidullah Mayar, afirmou que no ataque morreram quatro pessoas e 15 ficaram feridas, todas elas civis.

Trata-se do quarto ataque em Cabul e o quinto no país desde a passada quinta-feira, uma série que fez 400 vítimas entre mortos e feridos, naqueles que são já considerados os dias mais sangrentos desde a morte do fundador do grupo, o 'mullah' Omar, e a nomeação do novo chefe dos insurgentes, Ajtar Mansur, num contexto de divergências internas sobre a sucessão.

Os civis são as principais vítimas do conflito no Afeganistão. De acordo com a missão da ONU no país (UNAMA), 1.592 civis foram mortos e 3.329 feridos durante os primeiros seis meses do ano em violência.

O ataque ainda não foi reivindicado, mas os insurgentes estão por de trás de uma série de atentados que atingiram Cabul na semana passada, que levaram à morte de 51 pessoas.

Lusa

  • Cavaco apela ao voto contra a eutanásia
    1:09

    País

    A eutanásia será discutida no Parlamento na terça-feira e os deputados do PS e PSD terão liberdade de voto. O PCP e CDS já se anteciparam e garantem que vão votar contra. Cavaco Silva é outra voz crítica em relação a esta questão. O ex-Presidente da República diz que é a decisão mais grave que os deputados podem tomar e apela que nas legislativas de 2019 não se vote nos partidos que forem a favor da morte medicamente assistida.

  • Papa terá pedido a bispos que rejeitem seminaristas homossexuais
    1:15
  • Duquesa de Sussex já tem brasão

    Harry & Meghan

    O Palácio de Kensington apresentou esta sexta-feira o brasão da Duquesa de Sussex, Meghan Markle. O brasão foi criado pelo College of Arms mas teve a ajuda da duquesa para que este fosse "pessoal e representativo".

    SIC

  • Moradores de Lake Worth recebem alerta para invasão de mortos-vivos

    Mundo

    E se de repente recebesse uma mensagem que alertava que a sua cidade estava a ser atacada por mortos-vivos? Foi o que aconteceu com os moradores da cidade norte-americana de Lake Worth, que foram surpreendidos durante a madrugada por uma mensagem de emergência dos serviços estatais, que os avisava de "atividade extrema de mortos-vivos".

    SIC