sicnot

Perfil

Mundo

Primeiro-ministro japonês pede desculpa por ter gasto 45 milhões com o novo estádio olímpico

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, pediu hoje desculpa pela decisão de rever por completo o projeto original do novo estádio olímpico de Tóquio, que já custou ao país 45 milhões de euros.

© Reuters Staff / Reuters

"Sinto muito por se ter gastado uma quantidade tão grande de verbas públicas, que são já irrecuperáveis", afirmou Abe, perante o parlamento nipónico.

A 17 de julho, o governo anunciou uma "revisão completa dos planos" de construção do estádio, que deverá ser palco principal dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, projetado pela arquiteta iraquiana Zaha Hadid.

Na base de decisão estiveram os elevados custos da obra, cerca de dois mil milhões de euros, que muitos classificam como faraónica.

O Japão vai abrir um concurso para escolher um novo projeto e os responsáveis acreditam que a construção poderá começar no início do próximo ano.

Devido aos atrasos, o novo estádio nacional do Japão apenas será inaugurado três meses antes do início dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Lusa

  • Ministra tem condições para ficar?
    1:57
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10
  • As comunicações entre operacionais no combate às chamas em Viseu
    2:27
  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.