sicnot

Perfil

Mundo

Primeiro-ministro japonês pede desculpa por ter gasto 45 milhões com o novo estádio olímpico

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, pediu hoje desculpa pela decisão de rever por completo o projeto original do novo estádio olímpico de Tóquio, que já custou ao país 45 milhões de euros.

© Reuters Staff / Reuters

"Sinto muito por se ter gastado uma quantidade tão grande de verbas públicas, que são já irrecuperáveis", afirmou Abe, perante o parlamento nipónico.

A 17 de julho, o governo anunciou uma "revisão completa dos planos" de construção do estádio, que deverá ser palco principal dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, projetado pela arquiteta iraquiana Zaha Hadid.

Na base de decisão estiveram os elevados custos da obra, cerca de dois mil milhões de euros, que muitos classificam como faraónica.

O Japão vai abrir um concurso para escolher um novo projeto e os responsáveis acreditam que a construção poderá começar no início do próximo ano.

Devido aos atrasos, o novo estádio nacional do Japão apenas será inaugurado três meses antes do início dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57