sicnot

Perfil

Mundo

Conselho de Segurança da ONU apela à retoma do diálogo no Burundi

O Conselho de Segurança da ONU exortou na segunda-feira o governo do Burundi a retomar imediatamente o diálogo com a oposição para pôr fim à espiral de violência que assola aquele país africano.

Jerome Delay

"Os membros do Conselho expressaram a sua profunda preocupação com a situação política e de segurança no Burundi e apelaram à retoma imediata de um diálogo aberto para alcançar uma paz duradoura", disse à imprensa a embaixadora da Nigéria na ONU, Joy Ogwu.

Os 15 membros do Conselho de Segurança apoiaram a proposta do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, de enviar um mediador para o Burundi, durante uma reunião de urgência à porta fechada pedida pela França, segundo os diplomatas presentes.

A embaixadora da Nigéria, que assumiu a presidência rotativa do Conselho, assegurou aos jornalistas que Ban Ki-moon enviará em breve um mediador.

O Burundi vive uma grave crise política e de segurança, depois do anúncio, no final de abril, da candidatura do Presidente Pierre Nkurunziza a um terceiro mandato, denunciado pela oposição, sociedade e Igreja Católica.

O secretário-geral adjunto das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Ivan Simonovic, disse ao Conselho de Segurança que, pelo menos 94 pessoas foram mortas desde o início da crise em abril.

Cerca de 600 pessoas foram detidas ou presas e 40 casos de tortura sob custódia da polícia foram denunciados, acrescentou.

O diálogo entre o governo e a oposição está suspenso desde 19 de julho.

Lusa

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38