sicnot

Perfil

Mundo

Detenção de Netanyahu pedida em petição na página do parlamento britânico na Internet

Uma petição, com mais de 30.000 assinaturas, foi hoje publicada na página do parlamento britânico na Internet para a realização de um debate relativo à detenção do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, quando este visitar o Reino Unido em setembro.

© POOL New / Reuters

O responsável pela publicação da petição foi o cidadão britânico Damian Moran, que solicita a detenção de Benjamin Netanyahu por suspeita de "crimes de guerra" aquando do "massacre de 2014 que matou mais de 2.000 civis", um crime punível segundo a legislação internacional.

Em julho passado, a página do parlamento estreou um sistema que permite aos utilizadores enviarem petições através da Internet, garantindo que as preocupações dos cidadãos chegam ao governo e aos deputados.

O governo garante dar resposta a todas as petições que reúnam mais de 10.000 assinaturas, e que as ultrapassam as 100.000 serão agendadas para debate.

As petições têm um prazo de seis meses, a partir do momento em que são tornadas públicas, para reclamar apoios.

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.