sicnot

Perfil

Mundo

Doze detidos em protestos que assinalaram a morte de Michael Brown em Ferguson

Doze pessoas foram detidas ontem em Ferguson naquela que foi a quarta noite consecutiva de protestos que marcam um ano da morte de Michael Brown. Depois de um dia de protestos pacíficos, a noite trouxe às ruas cerca de 200 manifestantes que atiraram garrafas e pedras e bloquearam uma via de trânsito de uma estrada movimentada do estado norte-americano do Missouri.

© Lucas Jackson / Reuters

Depois da troca de tiros entre a polícia e os manifestantes no domingo à noite, as autoridades declaram estado de emergência e redobraram o patrulhamento nos subúrbios da cidade de Ferguson.

Recorde-se que Michael Brown, um jovem negro de 18 anos, foi morto a 9 de agosto do ano passado por um polícia branco, sem razão aparente, uma vez que o jovem estava desarmado. Desde então eclodiram os protestos contra a discriminação racial e a violência policial nos Estados Unidos.

  • Duas pessoas baleadas durante homenagem a Michael Brown nos EUA

    Mundo

    Pelo menos duas pessoas foram baleadas durante as cerimónias de homenagem a Michael Brown, um jovem negro abatido há um ano por um polícia em Ferguson. Os disparos ocorreram quando a polícia tentava dispersar um grupo de manifestantes que partiu montras, assaltou lojas e tentou bloquear o trânsito no percurso definido pela marcha.

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".