sicnot

Perfil

Mundo

Explosão no nordeste da Nigéria faz pelo menos 47 mortos e 50 feridos

Uma explosão hoje registada num mercado no nordeste da Nigéria, região frequentemente atingida por ataques do grupo extremista Boko Haram, fez pelo menos 47 mortos e cerca de 50 feridos, segundo testemunhas locais.

© Stringer . / Reuters

A explosão ocorreu no mercado semanal da vila de Sabon Gari, localizada a cerca de 135 quilómetros a sul de Maiduguri, capital do Estado de Borno, num período de grande afluência de pessoas, indicaram as mesmas fontes citadas pela agência francesa AFP.

"Recebemos 47 corpos e pelo menos 50 pessoas com ferimentos que foram transportadas do mercado de Sabon Gari, onde ocorreu uma explosão hoje ao início da tarde", informou um enfermeiro do hospital geral de Biu, localizado a cerca de 50 quilómetros da zona da explosão.

O enfermeiro explicou que a maioria dos feridos é "grave", antevendo um possível aumento de vítimas.

"A explosão foi registada no interior do mercado, na secção de venda de telemóveis", disse Yuram Bura, elemento de um grupo aliado do exército nigeriano na luta contra os extremistas do Boko Haram.

O engenho explosivo "foi escondido num saco utilizado para espalhar herbicidas. Foi colocado no mercado e aparentemente abandonado (...) Não há dúvida de que é uma obra do Boko Haram", afirmou Yuram Bura.

O grupo fundamentalista Boko Haram pretende criar um estado islâmico no norte da Nigéria e está ativo no país desde 2009.

Lusa

  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.