sicnot

Perfil

Mundo

Força Aérea resgata 221 migrantes que tentavam atravessar o Mediterrâneo

A Força Aérea Portuguesa, integrada na operação Triton da agência europeia Frontex, resgatou no domingo 221 migrantes irregulares que tentavam atravessar o Mediterrâneo numa embarcação de pesca, anunciou hoje o Estado-Maior-General das Forças Armadas.

© Alessandro Bianchi / Reuters

Uma aeronave "P-3C CUP+", da Força Aérea, que se encontra em missão na Base Naval de Sigonella, em Itália, socorreu 39 crianças, 39 mulheres e 143 homens do barco de pesca no qual tentavam atravessar o mar Mediterrâneo, durante mais de sete horas de voo.

As operações, que envolveram meios de vários países que integram a agência europeia Frontex, foram coordenadas pelas autoridades italianas do Centro de Busca e Salvamento Marítimo de Roma, refere o EMGFA (Estado-Maior-General das Forças Armadas) num comunicado na sua página da internet.

Segundo a mesma nota, o destacamento da Esquadra 601 - "Lobos" encontra-se localizado na Base Naval de Sigonella, Itália, juntamente com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, com a finalidade de participar no esforço da Agência Europeia de Gestão da Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas dos Estados-Membros da União Europeia (FRONTEX) para controlo da imigração irregular no Mediterrâneo.

"Estas operações de vigilância marítima decorrem numa área que vai do sul de Itália ao norte da Líbia, com especial foco nas ilhas de Malta e de Lampedusa", acrescenta o EMGFA.

A missão do destacamento da Esquadra 601 - "Lobos" teve início a 01 de julho e termina no dia 31 de agosto.

Mais de um milhar de pessoas foram retiradas das águas do Mediterrâneo durante o fim de semana quando tentavam chegar à Europa, revelou no domingo a guarda costeira de Itália.

Só no domingo, foram retiradas 671 pessoas, incluindo 48 crianças, que seguiam em embarcações lotadas, em cinco operações de resgate.

O último balanço do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) divulgado na semana passada refere que 240 mil migrantes chegaram à Europa, depois de atravessarem o Mediterrâneo, desde o início do ano -- 98.000 na Itália e 124.000 na Grécia -- e mais de 2.100 morreram durante a tentativa de travessia.

Lusa

  • "O que mais tem havido nesta altura são respostas precipitadas"
    7:21

    Opinião

    Foi um "debate contigo" o de hoje, no Parlamento, sobretudo no frente-a-frente entre António Costa e Passos Coelho, na opinião de Bernardo Ferrão. O subdiretor de informação da SIC sublinha uma declaração "mortal" do primeiro-ministro, quando este disse que "ninguém quer respostas precipitadas". Por outro lado, a comissão técnica independente pedida pelo PSD pode virar-se contra o próprio partido.

    Bernardo Ferrão

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44

    Mundo

    A Ucrânia está a ser seriamente afetada por um novo ataque informático. Algumas empresas de grande dimensão estão a ser prejudicadas, agravando a dimensão global do ataque, o qual não parece ser dirigido a ninguém em concreto. Ontem, nas primeiras horas do ataque, não parava de crescer o número de vítimas.

  • Caricaturas de Trump invadem capital do Irão

    Mundo

    O Irão está a organizar um concurso internacional de caricaturas do Presidente norte-americano Donald Trump. Pelas ruas de Teerão já vão surgindo algumas imagens alusivas ao festival que vai realizar-se no próximo mês de julho.

  • Companhia aérea obriga deficiente físico a entrar no avião sem ajuda

    Mundo

    Um homem com uma deficiência física que o obriga a andar numa cadeira de rodas foi obrigado a subir sozinho as escadas de um avião da companhia aérea Vanilla Air. Hideto Kijima deparou-se com a situação quando estava a embarcar da ilha de Amami para Osaka, no Japão, com vários amigos que foram proibidos de o ajudar.