sicnot

Perfil

Mundo

Taxa de mortalidade infantil em Gaza aumenta pela primeira vez em meio século

A mortalidade infantil aumentou na Faixa de Gaza pela primeira vez em 50 anos, disse à Efe o diretor de Saúde da Agência da ONU para os Refugiados Palestinianos, para quem o bloqueio israelita pode ser uma das causas.

© Suhaib Salem / Reuters

O número de bebés que morre antes de completar um ano diminuiu em Gaza durante décadas -- assim como no resto da região -- mas, segundo o último estudo do ACNUR, a taxa aumentou entre 2008 e 2013.

Em 1960 morriam na Faixa de Gaza 127 bebés em cada mil. Em 2008 o valor baixou para 20,2 bebés em cada milhar, mas aumentou para 22,4 no ano de 2013, segundo os dados mais recentes.

A mortalidade neonatal, de bebés que falecem antes de completarem um mês de vida, também aumentou de 12 em cada mil em 2008 para 20,3 por cada mil no passado 2013.

"Estamos muito preocupados com o resultado do estudo. Uma tendência inversa na taxa de mortalidade é algo extremadamente pouco comum. Independentemente do motivo, os recém-nascidos não têm culpa, têm direito a viver em paz e prosperidade", disse Akihiro Seita, ao telefone a partir de Amã.

Este especialista associa o aumento da mortalidade infantil, especialmente a neonatal, com a deterioração dos cuidados hospitalares.

"O maior aumento das mortes foi registado antes do nascimento ou devido a nascimentos prematuros ou malformações congénitas, que necessitam de cuidados especiais", explica.

Seita garante que Agência da ONU para os Refugiados Palestinianos "está muito preocupada com o impacto do bloqueio a longo prazo sobre as instalações de saúde, a chegada de medicamentos e de equipamentos médicos a Gaza", embora admita que "cientificamente é muito difícil demostrar" a relação do bloqueio com a tendência negativa da taxa de mortalidade infantil.

O que de facto está claro, garante, é que os dados sobre a mortalidade mostram "a deterioração da situação geral de bem-estar na Faixa de Gaza, de que o bloqueio é uma das maiores causas".

A Agência da ONU para os Refugiados Palestinianos realiza este estudo de cinco em cinco anos, mas face aos resultados registados, vai repeti-lo no próximo ano em Gaza.

Lusa

  • Gaza tem a maior taxa de desemprego do mundo

    Mundo

    Milhares de residentes em Gaza passam as segundas-feiras ao sol, num território que sofre o maior nível de desemprego do mundo, agravado pela falta de atividades lúdicas ou impossibilidade de circular devido ao bloqueio israelita apoiado pelo Egito.

  • UE diz que acordo com Irão prova que também pode haver entendimento em Gaza
    0:39

    Mundo

    Os ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia reúnem-se hoje em Bruxelas. À entrada para o encontro, a chefe da diplomacia europeia sublinhou a importância do acordo com o Irão sobre o programa nuclear do país. Federica Mogherini diz que este entendimento veio provar que a insistência em acordos de paz pode ter sucesso e pode dar resultado também na questão do Médio Oriente.

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O perfil dos novos ministros
    3:22

    País

    Pedro Siza Vieira e Eduardo Cabrita são os dois novos ministros que tomam posse no próximo sábado. Ambos têm uma particularidade: são amigos de longa data do primeiro-ministro António Costa.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Fogos na Califórnia provocaram 42 mortos e perdas acima de mil milhões de dólares

    Mundo

    O comissário dos seguros da Califórnia afirmou esta quinta-feira que as perdas provocadas pelos incêndios que dizimaram extensas áreas deste Estado norte-americano excedem os mil milhões de dólares (844 milhões de euros). Estes incêndios, que começaram no condado de Sonoma County, já provocaram a morte a 42 pessoas no mês de outubro.

  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC