sicnot

Perfil

Mundo

UNICEF condena "crimes horríveis" cometidos contra crianças no Paquistão

O representante regional adjunto do Fundo da ONU para a Infância (UNICEF) para o sul da Ásia, Philippe Cori, condenou hoje os horríveis e pavorosos crimes cometidos contra crianças em Kasur, no Paquistão.

© Caren Firouz / Reuters

"Nenhuma criança deveria ser objeto de violência, abusos ou exploração. Os horríveis crimes levados a cabo em Kasur vêm sublinhar a necessidade de todos nós fazermos mais para proteger as crianças de tais maus tratos", refere, em comunicado, Philippe Cori.

Considerando como "pavorosos" os relatos de crianças abusadas sexualmente no distrito de Kasur, Philippe Cori pediu ao Governo do Paquistão para que faça todos os "esforços para processar judicialmente os responsáveis por aqueles terríveis abusos".

"A UNICEF está em contacto com as autoridades governamentais a fim de compreender a plena dimensão deste crime", refere no comunicado.

"É vital que às crianças e famílias afetadas sejam imediatamente proporcionados todos os cuidados e toda a proteção necessários para prevenir uma ulterior vitimização", salienta.

A polícia paquistanesa fez hoje mais cinco detenções no âmbito de um caso de violações de menores, que pode ser um dos maiores escândalos na história do país, elevando para 12 o número de detidos.

O caso está a abalar o país desde o fim de semana, depois do surgimento de vídeos sórdidos com cerca de 280 crianças, a maioria com menos de 14 anos, realizados desde 2007, na localidade de Hussain Khanwala, perto de Lahore, a segunda cidade do país.

As crianças são filmadas durante as violações realizadas por um ou vários homens. No total, estariam implicados 25 homens, de acordo com Latif Ahmed Sra, um dos advogados das crianças, e os meios de comunicação paquistaneses.

O caso -- o maior de abusos a crianças na história do Paquistão, segundo o chefe do escritório de proteção da infância do Pundjab, Saba Sadiq -- tomou dimensão nacional.

O primeiro-ministro, Nawaz Sharif, expressou sua "cólera" e a sua "dor", prometendo que nenhum acordo será permitido aos culpados neste caso.

Lusa

  • Deputados pedem medidas urgentes para travar exploração de urânio junto à fronteira
    3:06

    País

    Um projeto de exploração de urânio no município de Retortilho em Salamanca, a cerca de 40 quilómetros da fronteira portuguesa, está a causar preocupação nos dois países. Portugueses e espanhóis temem o risco de contaminação por via aérea e fluvial. Deputados portugueses visitaram o local, onde pediram medidas firmas e urgentes ao Governo para travar o projeto. As autoridades de Espanha não acionaram o mecanismo de avaliação ambiental partilhada.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC