sicnot

Perfil

Mundo

Antigo Presidente dos EUA Jimmy Carter anuncia que tem cancro

O antigo Presidente dos Estados Unidos e prémio Nobel da Paz Jimmy Carter, de 90 anos, anunciou hoje ter cancro.

© Ammar Awad / Reuters

"Uma recente cirurgia ao fígado revelou que tenho um cancro, que agora está em outras partes do meu corpo", revelou o antigo chefe de Estado norte-americano, num comunicado divulgado na página na Internet do Carter Center.

Na nota, Jimmy Carter explica que vai reorganizar a sua agenda para que possa ser submetido a tratamento médico no Emory University Hospital, em Atlanta.

"Uma declaração pública mais completa será feita na próxima semana", acrescentou o prémio Nobel da Paz, cujas irmãs, um irmão e o pai morreram de cancro no pâncreas.

Jimmy Carter foi o 39.º Presidente dos Estados Unidos entre 1977 e 1981 e recebeu o Nobel da Paz em 2002.

Depois de deixar o cargo de Presidente, Jimmy Carter fundou o Carter Center, para promoção dos direitos humanos e a democracia.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.