sicnot

Perfil

Mundo

Confrontos entre polícia turca e manifestantes curdos após funeral de responsável do PKK

A polícia turca e militantes curdos envolveram-se hoje em confrontos após o funeral de um responsável do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), morto na véspera em combates com o exército, referiu a imprensa.

© Osman Orsal / Reuters

O rebelde curdo, Baris Tekce, que se juntou à rebelião em 2010 e era conhecido sob o nome de guerra 'Andok', foi morto na terça-feira durante confrontos com militares na região de Hakkari (sudeste da Turquia), segundo um comunicado do PKK divulgado hoje, e que confirmou as informações da imprensa.

Considerado uma figura importante do PKK, foi atingido por disparos provenientes de um helicóptero durante uma operação nesta região fronteiriça com o Irão e o Iraque, precisou o comunicado do grupo rebelde.

Os confrontos, que prosseguiam no final da tarde, eclodiram na povoação de Hakkari após o enterro, acompanhado por centenas de pessoas, muitas agitando a bandeira curda, com as cores vermelha, amarela e verde.

A polícia disparou para o ar e utilizou canhões de água para responder ao arremesso de pedras por parte da população curda, referiu a agência noticiosa Dogan.

A Turquia, que em 24 de julho desencadeou a operação "guerra contra o terrorismo", conduz operações militares contra os rebeldes curdos e os combatentes do grupo Estado Islâmico (EI).

No entanto, os ataques aéreos têm sobretudo atingido as bases recuadas do PKK no Iraque, implicando o fim do cessar-fogo em vigor desde 2012. No terreno, decorrem confrontos ininterruptos desde há três semanas entre as forças de Ancara e os rebeldes curdos.

Lusa

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31

    Grande Reportagem SIC

    Carlos Queiroz, ex-selecionador de Portugal, dá-nos uma entrevista forte e transparente. Entrevistámo-lo no Dubai, um lugar que a investigação da SIC coloca no centro do mapa do escândalo do GES/BES. Aqui antecipamos a Grande Reportagem da próxima semana.

    Exclusivo online