sicnot

Perfil

Mundo

Amnistia Internacional denuncia violações de direitos humanos em centro para imigrantes na Áustria

A Aministria Internacional denuncia violações sérias dos direitos humanos no principal centro para imigrantes, na Áustria, segundo um relatório divulgado esta sexta-feira pela instituição.

De acordo com o relatório, o espaço está sobrelotado e há mais de 1000 pessoas a viver no exterior do centro, fora das casas e dos abrigos. (Arquivo)

De acordo com o relatório, o espaço está sobrelotado e há mais de 1000 pessoas a viver no exterior do centro, fora das casas e dos abrigos. (Arquivo)

© Yannis Behrakis / Reuters

De acordo com o relatório, o espaço está sobrelotado e há mais de 1000 pessoas a viver no exterior do centro, fora das casas e dos abrigos. Muitas são crianças sem família.

O centro foi construído para 1800 pessoas, mas, na semana passada, estariam lá cerca de 4500.

O ministro austríaco do Interior admite que a situação é precária, em Traiskirchen, a sul de Viena, onde estão refugiados e vítimas de guerras.

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".