sicnot

Perfil

Mundo

Cinco luso-venezuelanos entre os canditados às eleições de dezembro na Venezuela

Cinco luso-venezuelanos figuram entre os 1.799 candidatos admitidos pelo Conselho Nacional Eleitoral (CNE) da Venezuela para as eleições parlamentares marcadas para 06 de dezembro deste ano.

Na Venezuela são frequentes as queixas dos cidadãos sobre a falta de segurança, situação que afeta tanto cidadãos nacionais como estrangeiros radicados no país. (Arquivo)

Na Venezuela são frequentes as queixas dos cidadãos sobre a falta de segurança, situação que afeta tanto cidadãos nacionais como estrangeiros radicados no país. (Arquivo)

© Tomas Bravo / Reuters

Em conferência de imprensa, a presidente da CNE, Tibisay Lucena, disse que do total de candidatos, 1.128 são homens e 671 são mulheres.

Tibisay Lucena disse ainda que algumas "organizações políticas não cumpriram com o estabelecido no regulamento sobre a paridade de género", tendo sido advertidos para a necessidade de fazerem as respetivas correções.

No que diz respeito à observação eleitoral, reivindicada pela oposição, Tibisay Lucena salientou que a Venezuela "não é um país tutelável" e alertou para o facto de existirem tentativas de desprestigiar o processo eleitoral venezuelano pelo que chamou de "turistas eleitorais" de outros países.

A presidente do CNE acrescentou, todavia, que o órgão mantém ativo "um programa de acompanhamento robusto", em que participam "acompanhantes" de Ásia, Europa e África, tendo convidado "académicos e parlamentares de reconhecimento internacional" para acompanhamento das distintas fases do processo eleitoral.

Os 1.799 candidatos vão disputar o voto dos 19,5 milhões de eleitores recenseados para a eleição dos 167 lugares que compõem o parlamento venezuelano, incluindo três representantes indígenas.

Lusa

  • DIRETO: Célula terrorista preparava grande atentado na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das vítimas mortais do atentado em Barcelona era de Lisboa e há uma outra portuguesa, a sua neta, desaparecida. A polícia procura quatro jovens e há outras quatro detenções confirmadas. Os autores dos ataques na Catalunha, que mataram 14 pessoas e feriram 140, pertenciam ao mesmo grupo. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • Vídeo mostra passagem da carrinha a alta velocidade nas Ramblas
    0:33
  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35

    Ataque em Barcelona

    Em Cambrils, também na Catalunha, foram mortos cinco alegados terroristas que atropelaram várias pessoas, uma morreu e seis ficaram feridas, quando escapavam a uma perseguição policial, esta madrugada. As autoridades investigam uma eventual relação entre os dois atentados. Nota: chamamos à atenção para a violência das imagens, que podem chocar os espetadores mais sensíveis.

  • Nível de ameaça terrorista em Portugal continua moderado
    1:31

    Ataque em Barcelona

    O primeiro-ministro garantiu hoje que, para já, o nível de ameaça terrorista em Portugal não vai ser alterado (o nível está no 4 em 5). Já o Presidente da República disse que não há tolerância possível e garante que há medidas preparadas caso o mesmo cenário venha a acontecer em Portugal.

  • Vento e calor provocam reacendimentos em Mação
    1:55

    País

    As temperaturas altas e o vento forte estão a provocar reacendimentos em Mação. No terreno mantêm-se cerca de 800 bombeiros, numa altura que que há receio que as chamas voltem a ficar ativas, como explica o repórter Rui Carlos Teixeira.