sicnot

Perfil

Mundo

Levantado estado de emergência em Ferguson, Missouri

As autoridades de Ferguson, no estado norte-americano do Missouri, levantaram hoje o estado de emergência decretado após incidentes de violência que marcaram o primeiro aniversário do assassínio de um jovem negro por um polícia branco.

© Rick Wilking / Reuters

A decisão de levantar o estado de emergência foi tomada depois de as últimas três noites terem sido de calma.

No domingo, um protesto pacífico denunciando a morte de Michael Brown, há um ano, degenerou em violência e pilhagens. Nessa noite, Tyrone Harris, de 18 anos, foi ferido a tiro pela polícia depois de alegadamente ter aberto fogo contra agentes.

A violência repetiu-se na segunda-feira à noite, com manifestantes a lançaram pedras e garrafas contra a polícia.

As noites seguintes foram calmas, sem incidentes e sem detenções, segundo a polícia.

"Os nossos agentes policiais restabeleceram a ordem e impediram novos atos de violência em Ferguson", afirmou hoje o chefe da polícia de St. Louis, Steve Stenger, num comunicado.

"Quero enfatizar que a polícia local vai manter-se vigilante e os agentes estão preparados para responder rapidamente se necessário", acrescentou.

A morte de Michael Brown, a 09 de agosto de 2014, foi seguida de semanas de protestos, nalguns casos violentos, em Ferguson e noutras cidades dos Estados Unidos.

Lusa

  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • "A Venezuela sofreu um Madurazo"
    0:32
  • "Leiam os meus lábios. Não!"
    0:12

    Mundo

    Vladimir Putin participou esta quinta-feira numa conferência, no Ártico. Questionado sobre se a Rússia tinha interferido nas últimas eleições dos Estados Unidos da América, o Presidente voltou a negar qualquer interferência, com uma frase que pensava pertencer a Ronald Reagan, mas que na verdade foi proferida por George Bush.

  • A provocação de Juncker a Trump
    0:40

    Mundo

    Jean-Claude Juncker lançou esta quinta-feira uma provocação a Donald Trump. No último dia do congresso do PPE, o presidente da Comissão Europeia disse que, se Trump incentivar outros países a sair da União Europeia, ele próprio vai apoiar a independência do Ohio e do Texas