sicnot

Perfil

Mundo

Levantado estado de emergência em Ferguson, Missouri

As autoridades de Ferguson, no estado norte-americano do Missouri, levantaram hoje o estado de emergência decretado após incidentes de violência que marcaram o primeiro aniversário do assassínio de um jovem negro por um polícia branco.

© Rick Wilking / Reuters

A decisão de levantar o estado de emergência foi tomada depois de as últimas três noites terem sido de calma.

No domingo, um protesto pacífico denunciando a morte de Michael Brown, há um ano, degenerou em violência e pilhagens. Nessa noite, Tyrone Harris, de 18 anos, foi ferido a tiro pela polícia depois de alegadamente ter aberto fogo contra agentes.

A violência repetiu-se na segunda-feira à noite, com manifestantes a lançaram pedras e garrafas contra a polícia.

As noites seguintes foram calmas, sem incidentes e sem detenções, segundo a polícia.

"Os nossos agentes policiais restabeleceram a ordem e impediram novos atos de violência em Ferguson", afirmou hoje o chefe da polícia de St. Louis, Steve Stenger, num comunicado.

"Quero enfatizar que a polícia local vai manter-se vigilante e os agentes estão preparados para responder rapidamente se necessário", acrescentou.

A morte de Michael Brown, a 09 de agosto de 2014, foi seguida de semanas de protestos, nalguns casos violentos, em Ferguson e noutras cidades dos Estados Unidos.

Lusa

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • O ano "saboroso" de António Costa
    0:51

    País

    António Costa diz que 2017 foi um ano "saboroso" para Portugal. Num encontro com funcionários portugueses, em Bruxelas, antes do Conselho Europeu desta quinta-feira, o primeiro-ministro realçou o que o país conquistou no último ano, no plano europeu, e que culminou com a eleição de Mário Centeno para a Presidência do Eurogrupo.

  • Os Simpsons já sabiam em 1998 que a Fox iria pertencer à Disney

    Cultura

    Os Simpsons acertaram outra vez. Algo que tem acontecido regularmente nos últimos tempos, com a eleição de Donald Trump, o aparecimento do vírus Ébola ou o escândalo dos Panama Papers. Desta vez, a previsão remonta a 1998, quando a série previu que a 20th Century Fox iria pertencer à Disney.

    SIC