sicnot

Perfil

Mundo

Migrante etíope encontrado escondido no porão de um avião na Suécia

Um jovem etíope foi esta sexta-feira encontrado no aeroporto internacional de Estocolmo dentro do porão de um avião proveniente de Addis Abeba, divulgou a polícia sueca.

Um intérprete foi enviado para o local e o jovem, nascido em 1991 (24 anos), disse que desejava pedir asilo às autoridades suecas. (Arquivo)

Um intérprete foi enviado para o local e o jovem, nascido em 1991 (24 anos), disse que desejava pedir asilo às autoridades suecas. (Arquivo)

© Lucas Jackson / Reuters

O jovem desejava obter asilo na Suécia, segundo a mesma fonte, que acrescentou que o migrante etíope encontra-se de boa saúde.

"Os bagageiros descobriram o homem e fomos alertados hoje de manhã. Estávamos com medo de uma possível hipotermia e por isso foi solicitada uma ambulância. Mas ele está bem", afirmou, em declarações à agência francesa AFP, um porta-voz da polícia sueca, Stefan Fardigs.

Um intérprete foi enviado para o local e o jovem, nascido em 1991 (24 anos), disse que desejava pedir asilo às autoridades suecas.

O jovem foi conduzido posteriormente para os escritórios da agência sueca para as migrações.

Segundo o porta-voz da polícia sueca, o jovem conseguiu esconder-se no porão do avião porque trabalhava no aeroporto de Addis Abeba, capital etíope.

"Isso permitiu ao homem aceder à área das bagagens, onde estavam a ser carregadas as malas do voo da Ethiopian Airlines. (...) Ele tinha ainda colocado o cartão de identificação de trabalhador", acrescentou Stefan Fardigs.

É a primeira vez que um migrante tenta entrar desta forma na Suécia, de acordo com as autoridades locais.

O reino escandinavo é um destino muito desejado entre os requerentes de asilo. Cerca de 70% dos requerentes chegam por estrada ou por ferry depois de atravessar clandestinamente a Europa, enquanto os restantes 30% utilizam a via aérea.

Em 2014, a Suécia concedeu asilo a cerca de 35.000 pessoas, entre os mais de 81.000 pedidos apresentados.

Nos primeiros sete meses deste ano, o número de requerentes de asilo oriundos da Etiópia subiu 140% face ao mesmo período de 2014. No ano passado, um em cada três cidadãos etíopes obteve autorização de asilo.

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.