sicnot

Perfil

Mundo

Militares turcos erguem muro ao longo da fronteira com a Síria

O exército turco está a construir um muro ao longo da fronteira com a Síria, justificado com a necessidade de reforço da segurança após a multiplicação de ataques no sul do país, referiram diversos media.

© Stringer Turkey / Reuters

Um espesso muro de betão com três metros de altura e sete quilómetros de comprimento começou a ser erguido em Reyhanli, na região de Hatay (sul), destinado a impedir a incursão de 'jihadistas' do grupo Estado Islâmico (EI) em território turco a partir da cidade de Alepo, situada a poucos quilómetros, indicou a agência noticiosa oficial Anatolia.

Em paralelo, foram escavados 360 quilómetros de trincheiras, acumulada terra numa extensão de 70 quilómetros e renovados 145 quilómetros de arame farpado, precisou a Anatolia.

A região de Hatay é um local de passagem para os cerca de 1,8 milhões de sírios que fugiram da violência no seu país e encontraram refúgio na Turquia desde o início do conflito, na primavera de 2011.

Um atentado com um carro armadilhado nesta província provocou 52 mortos em maio de 2013. Mais recentemente, um atentado ocorrido em 20 de julho em Suruç (sul) e atribuído ao EI causou a morte de 33 jovens apoiantes da causa curda, um balanço atualizado hoje com a morte no hospital de uma das vítimas.

Após acusarem o Governo de Ancara de "inação" face às atividades do EI e de ineficaz proteção às populações curdas, os combatentes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) romperam o cessar-fogo em vigor desde 2013 e regressaram às armas.

A Turquia respondeu em 24 de julho ao desencadear uma "guerra contra o terrorismo" dirigida em simultâneo contra o PKK e os combatentes do EI ao longo da fronteira com o Iraque e a Síria, mas sobretudo concentrada na repressão aos ativistas curdos, com centenas de detenções registadas nas últimas semanas.

Lusa

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.